Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORDEM MACROCÓSMICA

Enfim, chegamos até aqui!... Foi possível em determinadas épocas de nossas vidas, limparmos todos os emaranhados que acumulavam-se. Fomos desfazendo-nos às braçadas, grosso modo, de muitas amarras, mal-estares, descontentamentos e desconfortos e agora aqui estamos libertos e plenos.
Nós sabemos que no aspecto aparente, estão correndo aturdidos e sem rumo infinidades de seres, perseguindo condecorações, elogios falsos, cultos às personalidades, desconhecendo eles mesmos que, existe uma maior, grandiosa condecoração, que é a Condecoração Macrocósmica.
Aceitando a Ordem, é certo, que serão condecorados pela maravilhosa Fraternidade Macrocósmica!
É sim, é nessa grandiosidade que devemos depositar o melhor de nós, pois no convívio fraterno com nossos irmãos de caminhada, as condições apresentam-se e é certo que alcançamos o equilíbrio, a força para irmos em frente!
Ao fecharmos os nossos olhos, lá estamos, anelando e deliciando-nos juntos, com as centelhas de luzes, nossas consciências e os acenos de paz, numa comunhão amena, doce, tranquila!
Vivermos para o escopo único: amor pela nossa querida Ordem. Voltarmo-nos para nossos seres de dentro, alongando nossos olhares, para nossos seres externos e sentirmos o silêncio envolvendo-nos naturalmente, já registrando o quanto a Ordem sulcou e continua sulcando em nós!
Nossos silêncios, nossas calmas, nossa determinações no irmos em frente, abraçando as missões!
Estejamos sempre olhando ao nosso redor, conscientes do mundo dentro em nós, e assim estabeleceremos cada vez mais roteiros certos, sendo propiciados pelos maravilhosos Ensinamentos,banhando-nos como chuvas cristalinas em tardes de Verão!
Diante de nossos irmãos de caminhada, queremos dizer, que depositamos todo nosso viver a serviço de nossa maravilhosa Ordem Macrocósmica, porque tantas foram as bênçãos e graças que recebemos, principalmente uma delas, que foi a autorização dada pelo Poder Central, para atuarmos como sacerdotisa.
Ah, maravilhoso dedicar a esse sacerdócio, que está iluminando nosso viver!... Agradecemos humildemente pela bela missão de podermos servir ao Grande Aequiteto do Universo!...
(A Ordem representa para nós, canteiro florido circundado por lago cristalino onde, só dessa maneira, podemos repousar nossos corpos feridos pelos dardos disparados, sem cessar, de ambientes próximos de muitíssimos de nós, pois defrontamo-nos com aqueles dardos, que chegam em formas de incompreensões, frieza, desamor, agressões verbais e físicas dos inumanos às nossas voltas, pois é o que somos quase que obrigados a assistirmos, a contra gosto, é verdade, em virtude do grande desnível espiritual de um sem número de seres cercando-nos, com seus ambientes desarmoniosos, hostís, impostos a nós, desculpem-nos este parêntesis, que lamentamos profundamente, porque é uma grande verdade que, nossos olhos deparam-se constantemente com ações, dos que só conhecem o apego ao dinheiro e desconhecem, infelizmente, o que é responsabilidade, ética, fazendo então, engolirmos com muita tristeza, é claro, aqueles quadros sofríveis, dolorosos, massacrantes de uma insanidade difícil de ser tolerada!)  
Aninha Caligiuri
Enviado por Aninha Caligiuri em 24/03/2006
Código do texto: T127948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aninha Caligiuri
Maringá - Paraná - Brasil
70 textos (1359 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:34)
Aninha Caligiuri