CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

TRÍPLICES FRONTEIRAS: BRASIL - GUIANA - VENEZUELA

O Brasil possui “várias tríplices” fronteiras; falamos da fronteira com a Guiana Francesa e Suriname, com ênfase na Guiana Francesa por ser mais do que curiosa, é o pedaço europeu que faz divisa com o Brasil, um lugar único.

Da mesma forma, temos encontros territoriais com o Suriname e Guiana, lá no Estado de Roraima; Guiana com Venezuela, também em Roraima e é neste ponto de outra tríplice fronteira que começa outra grande aventura. Nosso ponto de partida será a Capital Boa Vista, distante 812 km de Manaus pela BR 174 ou 5.352 km do Rio de Janeiro. Boa Vista é uma das capitais mais remotas do mapa brasileiro; seu ponto de referência mais utilizado é Manaus, seja para o escoamento da produção, turismo ou recebimento de mercadorias.

Se o aventureiro for até Manaus de avião, precisará de pelo menos 12 horas na estrada para vencer os 812 km que separam as duas capitais. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, prestadas pelo Inspetor Joviniano, a BR 174 possui trechos bons e outros muito ruins. Da Capital de Roraima o aventureiro poderá seguir pela própria BR 174 até a cidade de Pacaraíma, 216 km depois, chegará à fronteira entre o Brasil e a Venezuela, onde também poderá seguir viagem por uma Rota venezuelana até o início do Mar do Caribe. Boa Vista é a única capital brasileira TOTALMENTE no Hemisfério Norte.

Bem pertinho dali existe o Parque Nacional de Monte Roraima, um dos mais belos espetáculos da natureza brasileira; na pontinha da divisa do parque, do seu lado Oeste, fica a tríplice fronteira Brasil – Guiana – Venezuela; este ponto exato de fronteira brasileira é o território nacional mais ao Norte, ou seja: dependendo de como se vê o mapa do Brasil, é neste ponto que tudo começa. Apenas por curiosidade, deste ponto mais ao Norte, onde ficam as fronteiras dos três países, até Chuí no Rio Grande do Sul, ponto mais ao Sul do Brasil, são exatos 4.361,88 km. Em linha reta, a outra extremidade brasileira (Leste – Oeste) mede exatos 4.317,04 km e vai do Acre a Pernambuco.

Voltando a estrada, depois de Rio Branco, cidade de clima quente e úmido o ano inteiro, 200 km depois, estamos em território venezuelano. 12 km após a linha de fronteira se encontra a cidade de Santa Elena de Uairen, primeira cidade da Venezuela e a mais próxima do Brasil; de lá, qualquer pessoa com Carteira de Identidade brasileira ou Passaporte, poderá se aventurar pelas savanas em estradas bucólicas e escolher um dos milhares de destinos paradisíacos próximos ao Caribe; o mais famoso daquela região é Isla Margarita, pertencente à Venezuela.

E desta forma, encerramos de forma simplória, mais uma explicação sobre as tríplices fronteiras entre o Brasil e outras nações, demonstrando que é comum; pessoas daquelas regiões fazerem o turismo de aventura, conhecendo culturas e terras diferentes daquilo que estamos acostumados a enxergar como Brasil. Aproveite sua saúde, pesquise mais, junte um pouco de dinheiro e passe a gostar deste tipo de desbravamento; é muito prazeroso e jamais sairá de seus róis de conversas com os amigos e parentes.

Na próxima aventura, citarei a Tríplice Fronteira entre o Brasil – Venezuela e Colômbia no ponto mais ao Norte do Amazonas.

Até o próximo encontro!


Carlos Henrique Mascarenhas Pires
Meu site: www.irregular.com.br

Foto: MONTE RORAIMA

Imperador Dom Henrique I
Enviado por Imperador Dom Henrique I em 22/11/2008
Reeditado em 27/11/2008
Código do texto: T1297574
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.irregular.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Imperador Dom Henrique I
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
757 textos (1275386 leituras)
12 áudios (3284 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/14 03:47)