Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUS: Sistema Único do Sarcasmo (II)

"Mulatos fungando, mães agonizando.
No chão inóspito de uma
fila de espera interminável.
Na luta por um bem inalcançável.
Lá estava Maneco e João,
grudados ao peito murcho da tia,
como o cão que assim na cadela fazia.
Hora rendidos à imundice do piso sem lajotas.
Hora espremidos nos bancos duros, feito idiotas.
O doutor, todo branquela e
sapato lustroso que ele só.
Os pobres diabinhos com as chinelas
gastas que davam dó.
Maneco brincava, João chorava
e a tia sentava, se não, levantava.
A mãe, em seu leito de morte ruminava.
O médico aparecia e nada adiantava.
O fim da estória se dá pelo seguinte:
Os quatro com uma bruta infecção hospitalar,
na fila de espera...
onde ser atendido é sonhar...”






















































Andrea Sá
Enviado por Andrea Sá em 03/04/2006
Reeditado em 03/04/2006
Código do texto: T133207
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Sá
Irati - Paraná - Brasil, 26 anos
198 textos (7791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:23)
Andrea Sá