Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS FRASES E AS RECORDAÇÕES

" O tema é um ponto de partida para um poema e não um ponto de chegada, da mesma forma que a bem amada é um pretexto para o amor" escrevia Mario Quintana no seu Caderno H do Correio do Povo, o maior jornal do sul do Brasil, lá pelos idos de 1960. Algumas vezes sentei ao seu lado no banquinho alto do balcão do bar/lancheria do Marino. Era no final do corredor do segundo andar do prédio da Caldas Júnior, bem em frente ao Departamento de Notícias da Rádio Guaíba. Com seu jeito doce pedia uma  xícara de café com alguns croquetes, em geral, quase as "cinco em punto de la tarde". Numa dessas vezes olhou para mim com um sorriso gentil e civilizadamente cortês que me encheu de felicidade e orgulho. Eu era "noticiarista" na Radio Guaíba e um dos encarregados dos teletipos e das radio-fotos da Associated Press. Noticiarista era uma espécie intermediária entre os jornalistas de jornal e os jornalistas de rádio. Todos os dias,com o prazer e o entusismos de um iniciante, de um "foca", escrevia as noticias que ouvia nas ondas curtas da rádio Globo; era O Globo no ar. E as que chegavam pelo telegrafo da sucursal da Caldas Júnior no Rio de Janeiro, ainda a Capital Federal. Juntava tudo e montava o noticiário nacional e internacional, deixando as notícias locais para os jornalistas que chegavam com suas anotações rabiscadas em laudas de papel jornal dobradas ao meio e enfiadas num dos bolsos laterais do casaco.Era emocionante! Mário - só muitos anos depois fui chamá-lo assim, com essa intimidade - bebia seu café, mastigava seus croquetes, dava uma boa gargalhada e sai para a redação para escrever " desconfia da tristeza de certos poetas. É uma tristeza profissional e tão suspeita como a exuberante alegria das coristas".  
CESAR CABRAL
Enviado por CESAR CABRAL em 07/04/2006
Código do texto: T135401
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CESAR CABRAL
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
222 textos (28960 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:38)
CESAR CABRAL