Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A AMIZADE APLAINA CAMINHOS


Com amizade e carinho, desejo uma
FELIZ PÁSCOA.
Amizade é como uma energia interior que todos temos.
Saibamos doá-la... Saibamos recebe-la...
É um dom de Deus... E é vital para nós.
Osculos e amplexos,
Marcial

A AMIZADE APLAINA O CAMINHO
Marcial Salaverry

Nossa vida pode ser interpretada como uma estrada, com suas curvas, desvios, buracos, pontes, túneis, obstáculos que apresentam dificuldades, mas também tem seus trechos onde a vista pode descortinar belas paisagens, e que aliviam nossa alma.
Como nas estradas, encontramos o que se pode comparar aos postos de gasolina, que podem abastecer nosso veículo, e onde podemos fazer refeições, são aquelas  pessoas que nos ajudam nos momentos de dificuldade nessa caminhada, aquelas pessoas amigas, que parece que abastecem nosso coração com a força que nos empurra para a frente, numa doação de energia, e que estabelecem conosco aquele contato de amizade, que pode nos equilibrar, evitando certas quedas que poderiam ser perigosas se estivessemos sós. Essa energia recebida prepara nossa alma para o resto da caminhada.
Sempre que precisamos de uma pausa, percebemos que já caminhamos muito, e que muitas daquelas pessoas que foram importantes para nós,  ficaram lá para trás. Algumas por estarem  muito  distantes, e não termos muita  possilidade em revê-las.
Mas foram pessoas que passaram por essa nossa estrada e deixaram para nós um pouco do que elas são, pois deixaram lembranças  e até mesmo transformando nossa vida. Em troca, levaram um pouco do que nós somos, sendo transformadas também. Essa troca de energias é vital para nossa existência. Carregamos nossas baterias com a energia recebida, e sabemos transmitir essa energia quando encontramos alguém que dela necessite. É importante sempre recarregarmos nossas baterias.
Pela importância de sua passagem, são pessoas que a qualquer momento,  num breve fechar de olhos, podem ser facilmente "vistas", ou relembradas, como se estivessem a nosso lado, tão fundas foram as marcas deixadas.
Terminamos por perceber também, que nos distanciamos muito de lugares que marcaram bons momentos de nossa caminhada pela vida. Lugares que ficaram eternamente vivos em nossas lembranças. Mas pertencem ao passado. E nem por isso devem ser esquecidos.
Quando começamos a sentir que as recordações passadas ocupam um lugar muito grande em nossa vida, mostrando que caminhamos por muitos e muitos quilometros, podemos nos sentir cansados.
É quando devemos respirar profundamente para tomar novo folego, e, olhando para a frente, ver que a estrada ainda continua. Ainda nos restam muitos quilometros a percorrer, e ainda temos muito a caminhar.
Ainda  temos que desfrutar muito dessa beleza que é nosso viver.
Ainda temos vida pela frente, ainda temos delícias a saborear, novos conhecimentos a fazer, novas aventuras para ousar e muitos lugares para conhecer.
Temos que saber olhar para os lados, e ver que não estamos sozinhos. Ainda existem muitas pessoas, tão especiais quanto aquelas que ficaram para trás, que igualmente nos estendem suas mãos, convidando-nos para que caminhemos juntos até chegar o momento que os caminhos sigam em direções diferentes, levando-as em outra direção, abrindo caminho para que encontremos novas amizades, sempre revitalizando nossas baterias.
Vamos aceitar todos os desafios que encontrarmos. Podemos caminhar juntos até onde a vida nos levar.
E se nos separarmos, novas lembranças irão marcar nossos pensamentos. E que as marcas que ficaram sejam sempre de algum proveito. Se boas, deixando lindas lembranças que a qualquer momento podem ser reativadas, e quem sabe, até podendo render um livro com as recordações. Mas se não forem boas, poderão servir como lições, indicando que certas atitudes não devem ser repetidas.
Enfim, todas as pessoas que cruzaram nosso caminho, tiveram algum motivo para faze-lo. Quis o Destino que assim fosse, e devem sempre fazer parte de nossas recordações.
São lembranças de momentos guardados em nossos "arquivos". E assim, quando estivermos muito distantes, porque nosso caminhar nos afastou de pessoas que nos foram muito caras, poderemos sempre nos deleitar rememorando certos momentos especiais. Até mesmo quando as lembranças não são boas, pois podemos nelas nos lembrar para evitar a repetição de fatos desagradáveis.
As amizades que cruzaram conosco, de uma maneira ou outra, aplainaram nosso caminho, seja por uma ajuda prestada, seja por terem indicado um caminho, seja pelo carinho que nos dispensaram, não devem jamais ser esquecidas. Deixaram sua energia, levando a nossa, numa troca vital.
Num exercício de memória, convido todos a lembrar, com honestidade e isenção de ânimo, de dois pontos de sua vida, a saber:
1-Quantas pessoas te estenderam a mão num momento de dificuldade, ou simplesmente que te ouviram num desabafo, que te deram alguma orientação, enfim, que tiveram uma participação favorável em sua vida.
2-A quantas pessoas você estendeu a mão, ouviu num desabafo, orientou num momento de necessidade.
Geralmente nossa memória vai registrar mais a ajuda recebida do que a ofertada. Isso é próprio de corações generosos, mas qualquer que seja o resultado, temos uma prova irrefutável de que a amizade aplaina caminhos, e que jamais devemos desprezar ajuda, por menor que seja, e tampouco, jamais devemos esquecer todos aqueles que cruzaram nosso caminho. Quem sabe o Destino não nos reserva um novo encontro?
Vamos então estender nossa mão, seja para receber, seja para doar. O importante é faze-lo com isenção de animo, sem preconceito. Vamos saber doar e receber nossa energia interior.
Amizades não podem ser relegadas a plano secundário.
E principalmente, vamos ter UM LINDO DIA.
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 16/04/2006
Código do texto: T139897
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19860 textos (1963078 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:15)
Marcial Salaverry