Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fazenda Hotel Traituba

Aos poucos vou  percorrendo trechos da  Estrada Real  e, em  cada roteiro,  me delicio com seus   tesouros históricos, culturais e com as belezas naturais. Desta vez, visitei a  deslumbrante Fazenda Hotel Traituba, que fica equidistante 30 quilômetros dos pequenos centros de Carrancas e de Cruzília/MG. Trouxe um pouco  da história de lá  para vocês: O Imperador D. Pedro I, em viagens com sua  comitiva, hospedava-se na antiga sede da  Fazenda de seu amigo João Pedro Diniz Junqueira.  Prometeu ali voltar mais vezes. O Coronel João Pedro, então, construiu entre 1827 e 1831 a atual  Fazenda Traituba  especialmente para recebê-lo. E quis construir aposentos  à altura da dignidade do monarca: uma casa com dois pavimentos e um mirante. O pavimento térreo compunha-se de dezessete amplos quartos e cinco salas, além de outras dependências domésticas; no pavimento superior, havia mais oito quartos e duas salas. A fazenda também foi mobiliada de acordo  para esperar tão importante visita. Porém, antes de se concluir a construção, Dom Pedro I abdicou-se do trono, voltando para Portugal sem visitar a Fazenda. O portal da fazenda ficou fechado por muitos anos à espera do ilustre visitante que não veio. Em 1902, o Major José Frausino Fortes, genro de João Pedro, projetou e realizou uma reforma radical, pela qual foram desmanchados o mirante e o pavimento superior, mas continuou sendo   uma  majestosa construção.  A proprietária da fazenda, Dona Alice, com 76 anos, viúva de uma quinta geração de fazendeiros, recebe os visitantes com uma cordialidade cativante.
Entre peças coloniais raras, a fazenda tem um piano que veio de Paris, cadeiras que foram trazidas da Áustria, uma liteira com mais de 200 anos(é a única peça da fazenda tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), outras mobílias imperiais e piso de tábuas corridas originais. Hoje, a fazenda é uma hospedagem rural.

(Meus amigos recantistas, aos poucos vou responder às lindas mensagens que me enviaram. São pedacinhos do céu  que salvei no coração! Beijos.)

 




fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 23/04/2006
Reeditado em 24/04/2006
Código do texto: T144081
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204320 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:37)
fernanda araujo