Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o meu texto é seu

Vou escrever com uma sensação diferente da habitual, sentindo alguma obrigatoriedade em fazê-lo. Quer isto dizer que tenho um tema e o vou tratar de forma com_prometida...
É uma crónica cobrindo as últimas horas, do antes de deitar ao acordar ainda há pouco. Vou tomar o pequeno-almoço, já volto.
Deixem-me desejar um Bom Domingo!
No agora da hora em que escrevo, estamos na manhã de Domingo e não tarda darei por concluído o texto e publicado, passa a ser do leitor. Ao tentar chegar junto a ele/ela, há, tem de haver, qualquer coisa de pessoal no acto de escrever. Escrevo no Recanto das Letras, isso para mim representa um conjunto de pessoas que já deixou de ser indeterminado embora sempre o seja ou esse possa ser um desejo inclusive.
Vem isto a propósito de... "o meu texto é seu", acabo de encontrar o título que quero dar ao (meu/teu/seu/nosso/vosso) texto.

Já estou alimentado...
1)
29/04/2006 21h49 - Francisco Coimbra
Denise, Deixo um beijo para ti, amanhã hei-de escrever sobre o que aqui escreves, acho que nos diz respeito a todos. Beijos.
Ligação/link que leva ao texto da Denise:
http://www.recantodasletras.net/mensagensdeamizade/147278
Como este é um daqueles textos onde mais posso dar corpo à ideia dum Diário, cá vai:
2)
Denise, Estou aqui distraído a vir ao Recanto... ainda a pensar se hoje deixo o meu "diário" em paz?, passei pelo Mural e encontro a tua mensagem. Sigo o link e aqui vim dar... Estou a escrever dentro do rectângulo dos comentários, mas vou passar para o Word e depois sempre publico de forma pública este comentário que vou transformar em mensagem... (este registo ficou no meu "diário secreto":)
Sobre este tema da relação escrita/leitura, o mais que acho que um autor pode pedir e mesmo exigir é que o respeitem e vou passar à frente...
3)
30/04/2006 06h53 - Francisco Coimbra
Toda a leitura acrescenta algo de pessoal a um texto, a tua leitura ao acrescentar texto ao texto ainda mais acentua esse acrescentar onde até o Assim (o autor) fica integrado no texto e bem!... Beijos, os meus Parabéns!! O dueto lê-se como um poema, poesia garantida!!!
http://www.recantodasletras.net/visualizar.php?idt=147662
Se seguirem o link vão ler um dueto que a Claúdia fez com a poesia que... ontem sempre acabei por publicar imediatamente antes de deitar e dormir.
Agora vou-vos dar a ler o dueto da Claúdia, como eu lhe daria forma se fosse eu o responsável por ele...

quero... (dueto)
Assim e Lindamulher

Quero uma mulher/ que me faça feliz
que se dispa para mim/ de corpo e alma
enquanto faço um poema/ e versos de amor

quero-a nua/ sem o menor pudor
como a alegria/de tê-la em mim

quero possui-la até ao fim/ como uma deusa
[Assim/ enfim dentro e em mim!]

{Só agora apercebo o uso do itálico na última linha, o que é uma solução inteligente e super-delicada!
Quanto ao tema e aos meus comentários, sem mais comentários!!
Recantuais Saudações!!!}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 30/04/2006
Reeditado em 30/04/2006
Código do texto: T147746
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
785 textos (310487 leituras)
37 áudios (39565 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:14)
Francisco Coimbra