Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAVALO COTÓ

Inácio gostava de inventar histórias, para alegrar seus companheiros de “pelada”.
Ele disse que foi à praia, num domingo ensolarado, no quiosque de seu amigo.
-Por favor, traga-me uma coca-cola, para começar o dia.
-É pra já.
Ao terminar de tomar, o rapaz deu um arroto e avistou um cavalo pastando.
-Véio, traga mais um refri, que vou dar ao animal, para escutar o arroto dele.
Não aconteceu nada. O bicho engoliu tudinho, de um gole só.
-Traga mais outro.
Nada.
No quarto refrigerante, o freguês chamou o garçom.
-Cara, feche a minha conta, que eu vou para casa. Mas tem uma coisa: vá dando coca-cola para o cavalo e domingo eu pago. Combinado?
-Deixa comigo.
Uma semana depois.
-E aí, véio? O cavalo arrotou?
-Arrotar, seu Inácio, ele não arrotou, mas o rabo dele caiu queimado, na beirinha do mar, depois que ele soltou um baita pum.



Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 03/05/2006
Reeditado em 03/05/2006
Código do texto: T149526

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55245 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:17)
Anna Célia