Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TODOS SURPRESOS

Nós estamos surpresos porque o nosso Presidente da República passou a governar em prol do povo Boliviano; um deputado ficou surpreso porque a Polícia Federal entrou na Câmara e foi prendendo meio no atacado...
Não sabemos ao certo se acefalia pega, mas o fato é que o nosso próprio governo, num dado momento da nossa História,  nos torna dependentes do gás boliviano, investindo milhões e milhões no país visinho em detrimento do próprio país e depois, na continuidade da História, o governo que deveria ter  mudado o rumo, passa a governar para eles e insiste que continuará investindo lá. Nesse ritmo a Petrobrás vai valer menos que papel higiênico e, então, o Chaves vai compra-la...
Falando em compra e venda, o outro ainda não nos explicou o que fez com o dinheiro das Estatais que vendeu, como é que se reelegeu e como era o nome do Mensalão no seu tempo... Será que é por isso que o seu candidato gagueja tanto enquanto deveria está em pé falando em alto e bom tom ao povo brasileiro dizendo-nos que há Direito Internacional e apontando os caminhos ao que sobrou do atual governo, mostrando-lhes como é que se procede neste caso, mesmo que não o sigam, pelo menos poderemos ver se há alguma coisa naquela cabeça ou se ela já está oca.
E os outros candidatos, também não sabem nada? Olha que se nos demorarmos um pouco para tomarmos medidas mais enérgicas em favor de nós mesmos, não vai sobrar Brasil para vocês governarem...
Senti que estou falando sozinho... Claro! Estou falando para quem? Para os nossos Políticos! Olhem para o bando...
Surpreso, deputado? Aqui em baixo, nas suas bases, sim, abaixo da sola do teu sapato, nós não nos surpreendemos com a ação da Polícia Federal. Nós estamos é indignados com ela porque ela ainda não montou um Posto permanente dentro da Câmara e do Senado!
O Judiciário? Que Judiciário?
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 05/05/2006
Código do texto: T151058

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 58 anos
246 textos (31047 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:18)
Chico Steffanello