Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRESENÇA ESTRANHA

23/03/02
PRESENÇA ESTRANHA

Minha amiga Esmeralda  estava saindo de seu quarto para a cozinha, quando notou o trinco da porta se movendo. Ficou com medo, permanecendo escondida no dormitório para se salvar de um provável seqüestro relâmpago.
O seqüestrador abriu a geladeira, viu um saco de tangerina com excelente aspecto. Não estava acreditando no que os seus olhos estavam vendo, porque sua esposa nunca comprava as frutas de sua preferência e nunca fazia suas vontades, só ela que tinha direito de se decidir. Pegou uma, descascou e chupou se deliciando. Foi para sala, ligou a televisão, trocou e retrocou todos os canais. Estava se sentindo o rei da casa, porque a dona patroa não  se encontrava no momento, por estar numa reunião.
Então percebeu que havia alguma coisa errada. O controle remoto da TV não era o mesmo. A televisão não era a mesma!!! Não era a mesma empresa de TV a Cabo, um silêncio que jamais houvera e outros acontecimentos estranhos. Saiu do apartamento para trabalhar como se nada tivesse acontecido.
Esmeralda interfonou e perguntou ao porteiro quem era o homem que estava em sua residência, se era um ladrão, como subiu sem ser avisado, etc, mas ninguém sabia informar.
Semanas depois, esta mesma pessoa apertou a campainha daquela casa, a empregada abriu a porta, julgando que fosse alguma visita, deixando que ele entrasse. Naturalmente, ele se dirigiu ao quarto da Esmeralda, dona da casa, que se encontrava em trajes de dormir que, ao vê-lo, deu um grito estarrecedor de pânico. Continuou gritando: “Assaltante, assaltante”.  O homem fugiu num pé só, tropeçando em tudo, aterrorizado.
Mais tarde, a esposa do individuo telefonou, pedindo desculpas pelo marido, justificando que ele tinha ido ao oculista e dilatado a pupila e confundira o seu apartamento e que não era a primeira vez.
É, não foi caso de assalto, a não ser por algumas tangerinas e invasão de domicílio.

                                       Adriana Quezado
ADRIANA QUEZADO
Enviado por ADRIANA QUEZADO em 08/05/2006
Reeditado em 16/07/2008
Código do texto: T152279
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ADRIANA QUEZADO
Fortaleza - Ceará - Brasil
202 textos (13849 leituras)
1 e-livros (74 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:51)
ADRIANA QUEZADO