Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A metade de uma crônica

Naquele momento, se sentia tão feliz que podia desafiar as leis universais da natureza e do universo. Sua felicidade era tanta, que, se naquele exato momento uma bala viesse a encalhar eu seu peito nu ele seria capaz de sobreviver e expulsa-la como um sopro de ar. Era capaz de quebrar a mais dura pedra na cabeça e nada lhe acontecer. Podia, naquele momento, voar como um foguete ao céu e cair sem nada lhe causar.
Calor do cão
Enviado por Calor do cão em 09/05/2006
Código do texto: T153161
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Calor do cão
Salvador - Bahia - Brasil, 28 anos
127 textos (9777 leituras)
1 e-livros (39 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:40)