Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O nome do objeto

- Querida me dá aquela coisa ali.
- Que coisa, amor?
- Aquele troço que tá ali em cima da mesa.
- Ricardo, tem um monte de troço ali em cima. Qual deles?
- Aquele treco azul ali, de plástico.
- Treco azul de plástico é o que mais tem ali.
- Aquele negócio ali, pô.
- Amor, que negócio?
- Ana, a porcaria desse bagulho azul do lado da caneta. Poxa, te liga Ana!
- Ricardo, não fala assim comigo.
- Ana, tu vai me alcançar a porcaria do trumbico ou não vai?
- Não dá pra ti falar direito comigo, o cavalgadura.
- Me alcança esse bagulho tchê!
- Não grita comigo, não grita comigo.
- Tá, não precisa chorar só por caso duma porcaria dum tareco azul. Não chora Ana. Desculpa. Ana, vem cá. Ana, onde tu vai?
- A única porcaria que tem aqui é tu seu, seu... troço!
João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 11/05/2006
Código do texto: T154067
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
João Adolfo Guerreiro
Charqueadas - Rio Grande do Sul - Brasil, 48 anos
641 textos (131968 leituras)
83 áudios (12913 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:33)
João Adolfo Guerreiro

Site do Escritor