Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tragédias e alegrias da noite de alguém (alguns)........

Encontro-me ontem com um amigo do tempo de faculdade... quanta alegria em vê-lo novamente, depois que voltou de São Paulo.... lugar para onde foi a convite de alguém que o conhecera... mas que chegando lá não passou muito tempo sem descobrir quem de fato era a tal pessoa.... alguém sórdido e nojento... um verdadeiro "rato de esgoto", é sua essa expressão....

Mas tudo bem.... encontramo-nos e colocamos em dia todas as novidades que nos eram interessantes, e essa a que me referi pouco tempo atrás....

De algumas coisas rimos e muito..... até cansar-nos.... de outras, falamos um pouco como que enraivecidos e irados por terem acontecidos tais coisas conosco... mas fazer o que??? a corrupção das pessoas existe para a perversão dos outros, mesmo para os que não se prestam a tal atitude sórdida....

Depois de muito falar fomos dormir um pouco que cansados... pois já se fazia tarde da madrugada..... e hoje teríamos que trabalhar cedinho do dia.... deitamo-nos na certeza da chegada de um outro amigo nosso que estava numa festa dessas que acontece nos becos das grandes cidade.... algo meio que escabroso, diríamos.... por outro tempo da madrugada nos liga, esse nosso amigo.... bêbado e largado.... aos prantos.. acho que é coisa típica de quem enche a cara para se esquecer dos problemas.... fuga na certa....

A príncipio pensávamos que era um trote, que estaria na portaria do prédio tentando subir e o porteiro o impedindo.. mas não era bem assim.... estava a uns cinco quarteirões dali... falava que queria se matar, se jogar em frente a um carro e coisas desse gênero..... que loucura.... ordenamos-lhe que ficasse onde estava e que iríamos buscá-lo.... isso era mais ou menos duas e pouco da madrugada....

Saímos como que desesperados pela avenida principal do centro... ao longe o avistamos... pegamos-lhe e o trouxemos para casa... demos-lhe um banho gelado e um café forte... ia vomitando palavras loucas.... situações frustrantes e angustiantes pelas quais passava naquele momento..... tudo era algo trash e desumano.... algo muito desolador ver a condição de alguém resumida a um porre louco de alcóol.... era um quadro triste.... nunca tivera visto antes daquela forma.... indigente, praticamente....

Em meio a tudo isso pediu-nos desculpas.... pela vergonha que passara e por fazer-nos reféns daquele momento vergonhoso... apesar de tudo era nosso amigo... compreendíamos por esse fato.... depois de muito custo e de escutá-lo, deitamo-nos exaustos, até nossa alma a essa altura.... um outro dia nos esperava..... uma manhã irradiante e nova... um novo dia... não para repetir a situação vivida antes, mas para repensá-la de forma consciente e adulta... madura e responsável.... não é meu amigo..... essa vai para ti..... juízo.........
André Ícarus
Enviado por André Ícarus em 11/05/2006
Reeditado em 11/05/2006
Código do texto: T154325
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Ícarus
Recife - Pernambuco - Brasil, 38 anos
197 textos (20703 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:13)
André Ícarus