Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Linda e Loira

Uma linda história de duas pessoas que se conheceram numa noite e nunca mais se viram ou se amaram eternamente e se casaram. Se eu não dissesse talvez você nunca soubesse. E não saberia mesmo.

Linda e loira! Ela passou por ele várias vezes. Ele olhou de rabo de olho quase a noite toda. De rabo de olho porque, claro, não poderia parecer interessado assim de cara. Ela, por sua vez, trançava de um lado pro outro, ria, sorria, mentia. Porque a mentira sempre faz parte da sedução. A mentira é linda, glamurosa. Diz ser o que a gente não é. E ela sabe disso. Tanto que continuava mentindo de todas as formas. E ele também, apesar de serem extremamente verdadeiros um com o outro.

Ela tinha um jeitinho gingado. Ele estava uma beleza só. Ela tinha uma parte da barriga amostra por debaixo da blusa. Ele deixava a franja cair sobre o rosto. E ela sorria. E ele mexia. E ela dançava. E ele olhava.

Ela ia tomando sua long neck e ele sua latinha de skol. E ela, linda, loira, perambulava com suas amigas pelo salão. E ele escondia os olhos verdes e fingia que não via. E assim foi um bom tempo. Que coisa boa a sedução, não? Que coisa boba também.

Depois de umas goladas geladas eles trombaram num forró meio desengonçado e começaram e se conhecer.

- Trabalho com isso...
- Trabalho com aquilo...
- Faço esporte...
- Sou sedentária...
- Etc...
- Etc...
...
- Minha ex...
- Ops! Ex?
- Não sei bem como cheguei nesse assunto.
- ...

Ela perguntou pra ele o que ele procurava ali. E ele respondeu que talvez procurasse por ela. Foram dançar. E beijar. E dançar.

Trocaram telefones. Prometeram se encontrar mais vezes mesmo sabendo que os dois sabiam que não tinham a obrigação e que por isso mesmo seria a melhor das expectativas. E se foram. Cada qual para seu lado. Cada qual com sua ressaca. Cada qual com seu romance. Cada qual com suas mentiras.

E talvez se encontrem de novo. Talvez não. Talvez sejam amigos, namorados, rolos, conhecidos, companheiros, amantes ou nada. Talvez não sejam mais nada. Como tantas outras histórias de duas pessoas que se conheceram numa noite. A única pequena singela diferença é que ele não existe. E nunca existiu. Eram somente elas. E se eu não dissesse talvez você nunca soubesse. E não saberia mesmo.

Carol Bahasi
Enviado por Carol Bahasi em 13/05/2006
Código do texto: T155368
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carol Bahasi
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
21 textos (7427 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:47)
Carol Bahasi