Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AUTOMÓVEIS - Veículos, armas ou brinquedos?

AUTOMÓVEIS - Veículos, Armas ou brinquedos?
(Autor: Antonio Brás Constante)

O automóvel. Possante. Veloz. Confortável. Símbolo ultrapassado de status social (o atual símbolo é o helicóptero, em alguns casos um avião presidencial). Esta máquina sobre rodas é o sonho de onze entre dez adolescentes. Paixão de muitos amantes por carros. Moradia para outros tantos. Transporte para vários. Motel para uns mais afoitos e meio de vida para outros que dele dependem para ganhar o pão de cada dia (com manteiga e umas fatias de mortadela).

Esta grande invenção é mesmo uma maravilha. Quanto tempo se ganhou com ela. Quanto conforto se adquiriu com os belíssimos carros que andam em nossa volta. Quantas vidas foram salvas por chegarem a tempo nos hospitais. Tantas barreiras de distâncias foram quebradas com a ajuda desses veículos incríveis, que estão sobre nosso inteiro domínio. Agindo conforme o comando de nossos braços e pernas.

Somos os senhores absolutos dos automóveis, guiando-os pelas estradas, ruas e avenidas. Eles são como uma vestimenta. Uma armadura em forma de frágil couraça. Nos remetendo aos tempos da idade média. Talvez por isso, muitos ajam como se fossem cavaleiros medievais em busca de sangue.

Jovens cheios de alegria, velhos de aparência bondosa, mulheres, homens, pais de família, pessoas religiosas, entre tantas outras que ao se verem em frente a um volante se transformam em psicopatas. Desafiando quem cruze o seu caminho, agindo como loucos. Descontrolados. Verdadeiros demônios das ruas.

O carro como arma. O carro como instrumento de execução. De impunidade. Ceifando vidas. Matando futuros. Atropelando pessoas de forma irracional. Destituindo seus condutores da alcunha de seres humanos. Passando-os para algozes de outras vidas.

Um homem, um carro e uma garrafa de álcool. Misture os três e terá em seu caminho um arauto da morte. Um ser inconseqüente, regido por uma mente encharcada de bebida e sem nenhuma consciência para com seu semelhante.

Automóveis: veículos, armas ou brinquedos? Está nas mãos de cada motorista a decisão de como usá-los.

ATENÇÃO: Divulgando este texto para seus amigos. (Caso não tenha gostado do texto, divulgue-o então para seus inimigos).

(SITES: www.abrasc.pop.com.br e www.recantodasletras.com.br/autores/abrasc)

Antonio Brás Constante
Enviado por Antonio Brás Constante em 15/05/2006
Código do texto: T156838
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Brás Constante
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 100 anos
399 textos (85264 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:41)
Antonio Brás Constante