Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A RUA DAS PIPAS

                    A RUA DAS PIPAS

 A rua que eu procurava era uma rua modesta, num bairro afastado, lá onde a cidade termina. A cidade estranha e eu, perdida num emaranhado de vielas, ia perguntando aqui e ali onde ficava a Rua Onofre. Ninguém sabia informar direito e só indicavam o rumo pelo qual eu seguia e continuava a indagar, a indagar sem sucesso com as respostas das pessoas.
Ansiosa e cansada, porque nesse endereço estava a possibilidade da realização de algo que eu almejava, avistei um grupo de senhoras. Parei pela informação: “Onde fica a Rua Onofre?” Todas elas sabiam e enquanto me explicavam, vi que um garoto de bicicleta ouvia com atenção. Ele também procurava a mesma rua e como chegamos juntos, eu perguntei e a resposta serviu a ambos.
“ Nessa rua mora uma mulher que faz pipas e eu quero comprar uma.”- justificou o menino. Por motivos tão diferentes, tão opostos, fomos ao destino da rua que procurávamos. Entre o que ele queria e o que eu queria havia alguma coisa que nos ligava. Estávamos o menino e eu à procura de algo que desejávamos muito.
Achei o que procurava, ainda que sob a forma de uma possibilidade. O menino, com certeza, encontrou a mulher e as pipas. Nunca mais o vi e muito menos a pipa, que imaginei azul. Mas sempre soube que saímos da Rua Onofre carregando nas mãos e nos sonhos aquilo que queríamos tanto.
E quando ele soltasse a pipa pelos ares, lá no céu, levada pelo vento, toda feita de pedacinhos de papel, as franjas que contornavam seu quadrado pareceriam uma cabeleira louca a esvoaçar. O menino girando o carretel, soltando a linha e a cada impulso de sua mão a pipa ganharia mais altura até sumir na amplidão.
Sonho infantil realizado, eu fiquei desejando que a pipa levasse entrelaçados nos elos  coloridos da cauda os meus sonhos ainda só sonhados. E a cada rajada de vento a pipa voasse cada vez mais alto.
Então caminharíamos novamente juntos, eu e o menino, a um lugar que só os sonhos conseguem alcançar.
Lillyangel
Enviado por Lillyangel em 19/05/2006
Código do texto: T159101
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lillyangel
Ituverava - São Paulo - Brasil
85 textos (8405 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:58)
Lillyangel