Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vou cuzico

O tempo não apagou de minha memória o motivo daquele  encontro. Era um piedoso costume preservado pela  nossa família de rezar o terço pra pedir chuva. A reza era feita aos pés do Cruzeiro que ficava  na  Fazenda do Pontal, onde moravam meus avós maternos,  meus tios Vicente e Rosa com seus filhos ainda pequenos e a Chica,  tão querida, não pode ser esquecida. Fazia parte da família.
Almoçamos mais cedo e cada um se preparou  com entusiasmo para tomar parte naquele sacramental. Tínhamos três conduções à nossa disposição: a camionete de meu pai, a do Tio Vicente e o caminhão do Zico – irmão de Tia Rosa.
Cada um se ajeitou a seu modo e já estávamos de partida, quando alguém gritou para o Fernando, meu irmão, que  parecia decidir qual condução seria melhor para um menino de oito anos:
- Fernando, aqui tem lugar para você!
Mas Fernando já se decidira:
- Pode deixar que eu vou cuzico!


fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 19/05/2006
Reeditado em 16/09/2006
Código do texto: T159142
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:39)
fernanda araujo