Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Siso

 Essa vai para você que já rançou o siso se lembrar de alguns importunos e até de alguns privilégios decorrentes de tal circunstância, e pra quem ainda não arrancou, pensar bem antes de arrancar.

 Se colocarmos numa balança, a primeira vista parece valer a pena por trazer certas mordomias ( como por exemplo tomar refrigerante geladaço, tomar muito sorvete e ainda, quando te pedirem pra fazer algum favor que você não está afim de fazer, poder dizer com toda animação do mundo (mesmo não podendo demonstrá-la), que o fato de estar passando por um pôs operatório, faz com que você deva ficar de repouso absoluto (de preferência esticado na poltrona curtindo uma preguiça e ouvindo um som light) e por isso não precisar sair dali para fazer algo pros outros sem estar com a menor vontade.

 Até aí tudo bem. Só que aí começa a cair a ficha de que ficar à toa só legal quando é da nossa vontade, e que quando passa ser obrigação é um tédio, ou melhor dizendo e pior vivendo, no fim de semana que você tem que ficar de repouso é que acontece no seu pequeno, mas agradável mundinho social, as coisas ou festas, que você adoraria ir, e que se vê obrigada a recusar; que você poderia usar esse tempo para fazer algo útil (como estudar), mas você não consegue se concentrar em raios de matéria nenhuma(no meu caso anelídeos é o que eu precisava urgente aprender), e só aí você se toca que se não fosse essa tal cirurgia, que você teria aquele fim de semana badalado como você gosta (ou pelo menos eu gosto); de que nesses dias de repouso  sua amiga que estuda fora está na cidade; que tem amigos seu apresentando clássicos de crônica no teatro da cidade, e que ta rolando festa surpresa com muita música boa pro seu amigo e que você ta sentada no sofá enquanto tudo isso acontece.

 E pra terminar, seus pais que sempre ficam em casa, saem, e só você fica pra traz.
Nossa! Ainda bem que amanhã tem aula e que pelo menos pra lá meu pai faz questão que eu vá. (Nunca tive tanta vontade de ir para a aula assim).
Bem, como não me resta alternativa, vou tomar sorvete.


[PS: É a época da vida que mais se toma sorvete e como só falta mais um (ou pior, falta um siso), deixe me ir então!].
------------------------------------------------------------

Delázari
Enviado por Delázari em 20/05/2006
Reeditado em 01/07/2006
Código do texto: T159595
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delázari
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil
221 textos (27821 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:25)
Delázari