Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce de Grama

Doce de cidra é bem gostosinho, com aquele amargo característico. E o mais gostoso é aquele feito em casa, porque é puro - sem a mistura de mamão.
Mas, que a sua "feitura" dá trabalho, isso dá: - primeiro: colher o fruto; segundo: ralar (ufa!) já é uma tarefa mais árdua, porque dificilmente os dedos saem ilesos; terceiro: lavar bem aquela massa, trocando a água várias vezes ao dia; e no final, levar ao fogo, no tacho de cobre, com o açúcar, e com a colher de pau ir mexendo até tudo ficar cozido. Prova o doce e no outro dia é que está no ponto ideal, porque aí o açúcar já “entranhou”. Coloca numa vasilha de louça que vai para a geladeira. De colher em colher, em pouco tempo, ele vai todo embora. E se, para acompanhá-lo, tem um queijo fresquinho, então?
 
Antônio sempre fazia desse doce quando nossos filhos eram pequenos e Cássio, uma vez, nos fez dar gargalhadas, quando, abrindo a geladeira, e vendo aquela compoteira com doce verdinho, veio correndo me pedir:

-“MÃE, EU QUERO DOCE DE GRAMA!”



fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 26/05/2006
Código do texto: T163288
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204218 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:01)
fernanda araujo