Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Onde esta a felicidade

Onde está a felicidade ?
Foi, respondendo esta pergunta, que disse Jesus: “ O Reino dos Céus não está lá nem acolá e, sim, dentro do homem” .  (Lucas, 17:21). Mas se esta dentro de cada um de nós, porque muitos não a encontram ? Crianças, acontece que o Espírito humano se encontra esquecido desta verdade e, ao menos palidamente, sonha esperançoso, entre as dores e as lágrimas da realidade de sua vida atual, com um reino de felicidade, que, certamente, encontrará um dia, quando desanuviar a sua esfera consciencial. Consciencia, hoje, ainda opacizada pela revolta a Lei da Grande Harmonia.
Este estado de esquecimento da consciência divina, que todos possuem, faz com que o ser humano imagine que  a felicidade se encontra nas coisas exteriores, quer sejam materiais ou até mesmo depositando sua felicidade nas mãos de outro ser humano. Não vou dizer a vocês que eu nunca tenha pensado desta forma, claro que pensei, mas um dia a vida, a que chamo de Grande Mestra, me mostrou que o meu caminho estava errado. Mudei o caminho, passei a caminhar dentro de mim mesmo. Inicialmente muitas pedras, não desisti. Continuei em frente, lentamente as pedras foram rareando, e eu fui percebendo a alegria que sentia em cada novo passo.
 Porque estou escrevendo isso ? É por que hoje, quando o amanhecer ainda acordava, estava exercitando o corpo físico, quando uma amiga que fazia exercício ao meu lado, começou a falar que tinha acordado com um sentimento de tristeza muito grande.
Perguntei o porque, se havia acontecido alguma coisa. Ela então começou a se queixar das pessoas, que umas falavam demais, que outras eram ignorantes e outras indiferentes. Que sentia ódio das mentirosas e que estava sofrendo por calúnias. Neste momento, seus olhos marejaram e os meus os seguiram. Mas nesta fração de segundos, me veio a mente um ensinamento que foi um dos que me  fizeram trilhar meu caminho interior.
Sem sentir, perguntei-lhe porque ela não fazia como as flores. Como assim, perguntou ela.
Da mesma forma em que fiz a pergunta, parei a minha esteira, a dela,  dei-lhe a mão e fomos sentar em um banco próximo.   Na minha mente, como em um filme, começou a aparecer cena por cena, palavra por palavra do dia em que recebi o ensinamento. Fui então falando, como que lendo as legendas de cada cena, mas o fazia sentindo uma enorme paz interior.
Comecei. Repare nas flores, e apontei para a jardineira da janela próxima. Elas nascem no esterco colocado como adubo, respiram o ar poluído das grandes cidades, entretanto, são puras e perfumadas.
Extraem do adubo malcheiroso e da poluição do ar tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra ou as impurezas do ar manche o frescor de suas pétalas ou estrague seu perfume. É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros a importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento.
Exercite, como eu venho fazendo, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora...
Aprender a viver como as flores, foi um dos ensinamentos que me levaram a caminhar ao encontro da minha paz interior. Dei-lhe um beijo na testa e voltei para meus exercícios, afinal cada um tem o livre arbítrio de escolher seu próprio caminho para a felicidade. Como eu sempre digo, quando não se sabe o que se quer, não se sabe quando se encontra, ou como diz uma grande amiga, não são as oportunidades que definem nosso destino, mais sim nossas escolhas.
Muita Paz, que o amor de Jesus sempre esteja em nossos corações.
 


Espírito Livre
Enviado por Espírito Livre em 30/05/2006
Código do texto: T165922
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Espírito Livre
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 66 anos
9 textos (517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:31)