Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATO IMPENSADO

Numa cidade pequena, onde todos se conheciam, um homem suicidou-se.
A triste notícia se espalhou, deixando os habitantes consternados, pois, o finado era um político bom e ajudava a todos, na medida do possível.
Um bêbado, estupefato, apareceu no velório e ficou um bom tempo parado junto ao esquife, tentando entender o porquê daquele ato impensado.
Enxugando os olhos com a manga da camisa, ele pensou alto:
-Qual veneno o meu amigo tomou para se matar, meu Deus?! Será que foi arsênico, chumbinho ou formicida?!
Alguém lhe respondeu:
-Nenhum dos três. Foi estricnina.
Com o dedo polegar ereto, o tonto finalizou:
-É bom, também!



Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 31/05/2006
Código do texto: T166954

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55229 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:56)
Anna Célia