Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quilombos...


As evidências sobre os meus passos
Não causaram outras impressões,
De certo, os lugares são os mesmos,
Como um pequeno curral.
As substancias para o corpo alimentar-se,
Será para servir uma boa parte do tempo.
Quem morreu na inocência, terá em fim paz?
Alguns descobridores não se contentam.
Que liberdade é essa que liberta só as fantasias?
Dê trabalho ao homem, que da responsabilidade não poderá fugir.
Por que não podemos reclusos,viver?
Assumir a natureza,
Barbudo ficar,
Amar o mundo,
Amar as pessoas,
Sem controlar,
Sem ser controlado.
Por que nos impõem?
Sentimentos castos,
Presos aos fatos,
Perdidos.
Ninguém pode ter os tempo nas mãos.
Quando se adquiri a liberdade?
Como se consegue a liberdade?
Será ao gosto de cada senhor de engenho?
Talvez houvesse:
Quilombos, Quilombos e Quilombos.
Mas, quem são os Quilombolas?
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 06/06/2006
Reeditado em 02/12/2007
Código do texto: T170603
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
721 textos (26288 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:42)
Condor Azul