Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MULHER NOVA

Numa academia em Vitória.
-Pronto! Pronto! Quero ver todas dando uma volta na piscina e, depois, vamos fazer os alongamentos!
-Puxa! Já acabou a aula, teacher?!
-Já. Vocês conversaram tanto, hoje, que nem viram o tempo passar. Agora, coloquem um braço debaixo do queixo e empurrem o cotovelo para trás. Um... Dois... Três... Quatro...Cinco... Seis.
-Ai... Ai... Ai, ai...
-O que é isso, “menina”? Por que está gemendo?
-É mania, colega. Por qualquer coisinha, dou um gemido.
Uma professora de violão disse:
-Você está parecendo aquela música da Amelinha.
-Como que é? Canta um pedacinho para mim.
-É assim: mulher nova, bonita e carinhosa; faz o homem gemer sem sentir dor.
-Ah! Agora eu sei porque o meu marido geme tanto!
-Ele geme muito?
-Demais, “garota”! Ele geme na hora que senta, que levanta, que abaixa e que deita na cama!
-Mais isso é outra coisa.
-É o quê, então?
-É velhice.

Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 10/06/2006
Código do texto: T172789

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55229 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:48)
Anna Célia