Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mudança

Certa vez um menino pediu ao pai que lhe ensinasse e lhe falasse o porque da vida, o porque de estarem ali e como. Logo o pai começou a falar de religião esperando que o filho se contentasse com esses argumentos, só não esperava as devidas proporções na vida do filho, sobre o que ele já pensava. _Pai, não quero falar disso, quero saber o porque da vida, porque sobrevivo todos os dias e para que? Para que devo estudar, eu sei que é para conseguir um bom emprego, mais pra que eu preciso disso? Você tem um bom emprego, no entanto é feliz? Para que vivemos tantos dias em função de coisas inexplicáveis?
O pai perplexo olhou pro filho e não sabia responder, não tinha noção de como responder acabava de mergulhar em si e revia seus conceitos.O filho continuou: _ Vivemos a vida inteira olhando para frente, tentando ganhar dinheiro, no entanto estamos felizes? Você é feliz pai? Sente prazer em tudo que faz? Pai você sabe o porque de tudo isso? Ajuda-me, por favor, encontrar a resposta..... O pai já não ouvia mais nada, sua alma se enchia de uma angústia, pois não sabia responder, não tinha como responder porque nunca tinha pensando nisso, vivera a vida toda fazendo não realizando, vivera a vida toda tentando não compartilhando, vivera a vida toda planejando e não construindo, vivera a vida toda desejando não sonhando... E agora o que falar ao filho, como saciar sua sede? Era simples lhe falar sobre exemplos práticos, era simples lhe resolver problemas físicos, mas estes, não conseguia achar a resposta, porque? Agora através destas interrogações podia ver o tempo gasto sem necessidade, o tempo gasto sem sonhos realizados. E como falar isso ao filho, em um momento começou a chorar, tinha vergonha de si mesmo, tinha vergonha de seu filho. Já ia se levantar, o filho o olhava fixo pensando em tudo e disse: _ Não levante, não tenhas medo de você mesmo, não tenhas medo de não ter uma resposta, estamos no mesmo barco.
Nesse instante a vida dos dois mudou para sempre, as coisas passaram a ter mais brilho, os olhos podiam ver numa clareza incrível, nada mais era barreira, os detalhes, os carinhos e afetos, o amor tinha mais sentido, e a vida passava sem que se perdesse tempo. Ninguém abandonou as tarefas, nenhum dos dois, no entanto a vida mudara. Nenhum dos dois mesmo depois de anos juntos conseguiram achar as respostas para tais perguntas feitas um dia, no entanto a vida mudara. Porque? Também não sei explicar, mas a vida mudara, eles eram mais felizes, porque agora podiam ser eles mesmos gastando cada segundo de seu tempo a um crescimento que nunca mais se perderia, eles agora podiam amar.

Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 14/06/2006
Reeditado em 01/07/2006
Código do texto: T175540
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:38)
Lady Sophia