Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Gordinhos"


Hoje tive que me deitar na cama para fechar meu jeans, não sei o que acontece com esses tecidos que diminuem de um dia pro outro, é obvio que a pizza e o brigadeiro não têm a mínima culpa disso, afinal como uma coisa tão maravilhosa pode fazer mal?
Segunda-feira começo minha nova dieta, dessa vez tenho certeza que vai funcionar está certo admito que essa será a vigésima oitava do ano, mas prometo que não vou nem passar perto da sorveteria, da padaria, da choperia, ainda mais depois do dia de ontem.
Acordei cedo tomei meu banho e fui ao ginecologista (consulta de rotina) chegando lá a recepcionista do hospital me solta a seguinte indagação “A senhora está de quantos messes?”. Encabulada ao mesmo tempo querendo matar aquela recepcionista magra,alta e loira, mas não fiz nada, dei um sorrisinho falso e respondi “Não sou gestante”, ela sem-graça nada respondeu pegou a minha ficha  e levou ao doutor.Pensam que foi só isso (antes fosse!) enquanto esperava a consulta comecei a folhear uma revista daquelas que só aparecem mulheres magras e felizes, logo no começo da revista comecei a ler uma matéria sobre gordinhos, e para o meu espanto descobri que os gordos ganham menos, fiquei possessa, isso explicava porque minhas amigas de escolas “burras e magras” tem um carro do ano enquanto eu ando no meu popular, depois da consulta combinei de almoçar com meu noivo e comentei que estava interessada numa nova dieta, não é que o desgraçado começa a rir, pra quê! o tempo fechou na hora, ele depois da merda veio com aquele papo eu te amo assim do jeito que você é “minha fofinha”.Olha depois dessa eu me levantei (depois me arrependi, afinal nem comi a sobremesa) e fui embora. Cheguei no meu escritório e descobri que a Silvia, havia sido promovida, depois dizem que ter uma caso com o patrão não leva a nada, enfim resolvi sair mais cedo.
Cheguei em casa, vários recados do meu noivo, eu sei que ele me ama, mais será que ele não me amaria mais se eu fosse magra.Cansei! Agora eu emagreço ou mudo de nome (nunca gostei de Beatriz mesmo), mas tudo isso me deixou pensativa e conclui que os “gordinhos” contribuem muito para sociedade, só pra começar os supermercados e fabricas de guloseimas não seriam nada se não fossem os “gordinhos” na sua compulsão de comprarem tudo que contém açúcar, as revistas de dietas, os produtos emagrecedores também não atingiriam tanto lucro se não fossem os “gordinhos” que compram semanalmente tudo em busca da esperança de emagrecer, sem contar os cirurgiões plásticos, o ramo alimentício todo, as fabricas de tecido (afinal as roupas são maiores). Agora me respondam por que os “gordinhos” são discriminados e tem apelidos sórdidos como “baleia, rolha de poço, bolo fofo, bola, saco de banha”.Isso tem que mudar, os “gordinhos” são população economicamente ativa nesse país e em todo mundo, fazemos parte do grande capital de giro.
Enfim essa é minha opinião agora fico por aqui porque estou com uma panela de feijoada no fogão!
Thaís Soares
Enviado por Thaís Soares em 16/06/2006
Código do texto: T176709
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Thaís Soares
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 31 anos
31 textos (2623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:49)
Thaís Soares