Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mensagem do Vilela

Com muita alegria, quero completar cento e cinquenta inserções com esta mensagem de meu pai, relatando sua formatura no Tiro de Guerra:

Após a última chamada do ano de 1938, o Sargento Vicente Gomes de Lima, de saudosa memória, passou o olhar para todos os colegas presentes e disse:
- 49 . Avance!
E eu avancei.
- Vilela, você está de parabéns; não teve nem uma falta  nos 365 dias.  Você conhece todos os colegas pelo número?
- Sim.
- Diga o número de fulano; o número de sicrano.
E eu disse os números pedidos.
- O Brasil precisa de gente como você:   de alto gabarito e de boa memória. Se você quiser, lhe darei uma carta de apresentação para Belo Horizonte, Juiz de Fora ou São João Del Rei e você fará uma carreira brilhante, a carreira de militar!
Depois de pensar, eu disse:
- Sargento, não pretendo seguir a carreira militar; não é minha vocação. Eu sou ferroviário e vou me casar em breve.
- Você é o 49. Quando o  Tiro de Guerra fizer 50 anos, reúna a turma e faça uma festinha de comemoração do cinqüentenário.  Você reúna todas as suas forças e procura uma pessoa para coordenar o movimento da festa e comemorem. Não estarei lá, mas vocês vão se lembrar de mim e desse meu pedido.

Deu-me os parabéns e terminou a mensagem dizendo:
- Faça uma chamada simbólica da turma.

 Após essa chamada, encerrou-se a reunião.

(José Vilela da Fonseca - nº 49 da primeira turma do Tiro de Guerra de Divinópolis)


P.S.: O cumprimento da promessa está relatado no dia 30/04/2006.
fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 17/06/2006
Reeditado em 18/06/2006
Código do texto: T177353
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:15)
fernanda araujo