Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EQUÍVOCO

Gosto de ler poetas portugueses, gosto principalmente  Da “pronuncia” escrita, e o apego romântico à terra natal na construção das imagens. Outro dia, lendo um desses poetas, me encantei com um poema, muito bonito, denso e extenso..., muito tocante. Resolvi copiá-lo. Abri o Word
e salvei o poema, sem no entanto salvar o arquivo. Deixei-o  ali, sem no-
me e continuei a ler outros poemas. Inspirado em tal leitura, escrevi um singelo texto, de umas poucas linhas, abaixo do poema que tinha co-
piado. Resolvi enviar meu texto para um crítico, através do seu site (fiz isso uma vez e ele, gentilmente me respondeu). Na hora de enviar
o meu texto, acabei por enviar também o outro, do português.
Percebendo tardiamente meu equívoco, escrevi para o crítico
explicando que o texto de cima não era meu e sim do poeta lusitano,
e o que o meu,seria o segundo,  mas acho que não me fiz entender.
Recebi dois dias depois a resposta do crítico me dizendo o seguinte.
“Caro José, li oportunamente, tanto o texto que me enviaste por
engano, como também o seu. Digo-lhe apenas que você deve buscar
na simplicidade e suavidade do segundo texto (dele) o exemplo maior
para quem pretende adentrar no mundo da poesia. Você escreve bem,
mas não tente ser aquilo que não é...”
É, pois é...
Jose Carlos Cavalcante
Enviado por Jose Carlos Cavalcante em 19/05/2005
Código do texto: T17944
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Carlos Cavalcante
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
730 textos (54067 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:01)
Jose Carlos Cavalcante