Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexão

Um empresário dono de várias empresas deixou cair a sua aliança de casamento durante   o embarque para viajar as pressas,antes mesmo do homem ir para o corredor de embarque,um mendigo que havia se estabelecido ao lado de uma lixeira vendo a queda majestosa e decadente do objeto frio porém sentimental de encontro ao chão do aeroporto,vendo isto acontecer ele entrou em uma breve meditação do que deveria fazer,já que a aliança era de amarelo ouro cravejada de dois belíssimos diamantes, em um simples movimento o pobre mendigo apanha a caríssima jóia do chão e a coloca em seu bolso,fechada em sua mão a aliança lhe da a oportunidade de lucrar,mas ao mesmo tempo ele baixa a cabeça e pensa no primeiro valor que foi dado ao artefato majestoso, o valor e o brilho que o amor de marido e mulher e a união que proporcionava superficialmente de modo intimo o objeto de brilho intenso.
Começou a andar e se deparou com o dono do objeto e estendeu a sua suja e calejada mão dando-lhe  a aliança que era dele por direito primordial,o homem olhou para ele e agradeceu, além disso ofereceu-lhe um emprego em uma das suas empresa como supervisor de horários agendados.

De alguma forma essa historia tem uma face introdutória na nossa concepção de reflexão,já que busca o ato de refletir sobre um curto e objetivo espaço de tempo que separa a natureza da ambição do principio da dignidade,quando refletimos sobre algo estamos trabalhando nossa capacidade de percepção dos fatos,se alto dispor a conceituar ações cometidas por ação voluntária ou involuntária da natureza humana.
Thiago Alves
Enviado por Thiago Alves em 24/06/2006
Reeditado em 24/06/2006
Código do texto: T181600

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor,cite o nome do autor e o link para a obra original,cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Alves
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 27 anos
29 textos (3788 leituras)
2 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:25)
Thiago Alves