CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

A importância da matemática

Eu nem sei quando, exatamente, a matemática entrou em minha vida. Para mim, é como sempre tivesse feito parte de minha vida. Desde muito pequena, exercitei a matemática e creio, ter sido uma herança de meu pai, a quem sempre muito admirei. Ele era um profundo apaixonado por esta matéria, e me transmitiu este entusiasmo.

Aos poucos fui vendo que ela estava em tudo e que poderia usá-la em qualquer ocasião. Não posso deixar de falar na lógica que existe dentro da matemática e que a torna fascinante. Acho que foi isto que me conquistou. A lógica move o mundo e nos faz entendê-lo de forma mais direta e simples. Ao poucos fui observando que esta lógica me fazia intuir muitas coisas, antes mesmo, de apreendê-las.

Recordo meus treze anos de idade, quando um acidente me obrigou ficar de cama por quase dois meses. Estudava em casa para que minha vida escolar não fosse prejudicada. Os livros de matemática, nesta época, me atraíam tanto, que quando retornei às minhas atividades, observei que havia até ultrapassado o conteúdo para aquele período do ano.

Enfim a matemática delineou meu caminho profissional. Sou formada em estatística e exerço a função de pesquisadora no IBGE. Não me considero uma profissional concentrada na matemática pura. Utilizo-a como ferramenta, não como fim. Mas ela me tem sido muito útil para realizar minhas pesquisas e análises de fenômenos mensurados por índices estatísticos. Atuo no campo social. Trabalho muito na questões da mulher e do idoso.

Recentemente a lógica da matemática me facilitou ingressar no mundo da informática, onde tenho bastante facilidade.E foi assim que a matemática foi me abrindo portas no campo profissional. É preciso entendê-la dentro de um contexto do mundo. Não se pode isolá-la. Foi isto que fiz e ela foi me fornecendo material para poder escolher o que gostaria realmente de fazer.  Quando decidi minha profissão, não tinha dúvidas que as ciências exatas exerciam em mim grande atração. Mas procurava descobrir o que gostaria de fazer com elas, ou seja, onde gostaria de aplicar tudo que aprendera e ainda haveria de conhecer. A observação da vida de cada  pessoa e esta com participante de um grupo maior me fez concluir  pela estatística. Sabia que assim poderia unir duas aptidões que se me apresentavam: o aprofundamentos do conhecimento da matemática e contato das relações humanas, num âmbito social e de existência, como ser  único, participante, dono de uma singularidade que me desafiava a conhecer.

Hoje conjugo o uso da matemática com a informática. E sua lógica tem me facilitado bastante. Quando comecei minha vida profissional, esta última não estava assim tão desenvolvida e eu, particularmente não era envolvida com ela. Lembro-me, agora até achando graça, que tive medo de me aproximar deste novo campo que se abriu aproximando pessoas e lugares. Mas aos poucos fui estudando e entendendo o mundo de possibilidades que começava a me conquistar. Qual não foi minha surpresa quando percebi que era tudo muito mais dedutível do que imaginei. Afirmo, portanto que, sem sentir, vamos aplicando a matemática em tudo.  Minha vida profissional foi se definindo, interagindo as ciências humanas e exatas, possibilitando-me atuar no campo social, já como pesquisadora e analista de dados.

Não acho que a matemática tenha me facilitado apenas a vida profissional. Levo-a com muito carinho, pois ela se tornou um legado de meu pai. Lembro-me com que desenvoltura desenvolvia suas teorias. Ele era advogado e não economizava no envolvimento da matemática para facilitar a exposição de suas idéias.

Finalmente, não poderia deixar de dizer onde o uso da lógica me levou. Levou-me à certeza da existência de Deus. Percebi que não existir lógica em um mundo habitado por pessoas sem a existência de um Pai Criador. Cheguei à certeza de um Autor de tudo e de todos, que em Sua infinita perfeição e amor nos criou e não nos abandonou. Tem para cada um projeto de vida e vive em nossos corações.

Portanto, a matemática para mim é hoje um grande caminho, dos muitos que tenho trilhado, e ela me leva a partilhar com todos de tudo que me cerca, permitindo-me compreender a ordem que vem inclusa na Natureza que devemos amar e respeitar, presente que recebemos a cada manhã que nasce para cada um de nós.

Cristina Arraes
Enviado por Cristina Arraes em 24/09/2009
Código do texto: T1828421

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar autoria, abaixo do título e o site www.cristinaarraesmoreira.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Cristina Arraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
97 textos (11817 leituras)
2 e-livros (68 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/14 16:36)