Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO BOM

Numa clínica de fisioterapia.
-Ei Maria da Luz! Quanto tempo!
-É mesmo! Moramos na mesma cidade e não nos encontramos!
-Por que você está fazendo fisioterapia?
-Por causa de uma bursite no ombro. E você?
-Ah, minha filha... Arrumei uma artrose bem aqui, no meu pescoço.
-E os seus filhos, como vão?
-Eles estão bem, graças a Deus.
-“Menina”, não me esqueço dos doces cristalizados que sua mãe fazia. A bala de coco, que a gente chamava de canelinha de anjo, era tudo de bom e estava presente em todos os aniversários, em Aimorés,  MG. Dona Madalena era uma doceira de mão cheia.
-Da Luz, sabe o que o seu pai fazia para mim, quando eu era criança? Cubinhos de madeira para eu jogar belisca, com as duas Célias e a Genilda, em cima do balcão da venda do papai. Eu era craque e jogava até com a mão esquerda.
-Você jogou ferrinho, na calçada de terra batida, como eu?
-Muito, muito. Era só parar de chover, que a meninada pegava os seus ferrinhos, para fincá-los no chão macio, e sair riscando. Que tempo bom era aquele!
-Bom demais! Você ia ao cine Ideal sozinha?
-Que nada! Papai só deixava eu ir ao cinema com a mamãe!
-E o meu nos vigiava, quando estávamos namorando. O medo do velho era que perdêssemos a virgindade ou ficássemos grávidas. Que bobagem! Dos dez filhos dele, sete são mulheres e casamos todas virgens.
-E eu também. Só que agora, Da Luz, os valores mudaram. Esse negócio de virgindade virou piada de salão, digo, de shopping, de barzinho e da praia. Muitas vezes, a moça precisa mentir que “ficou” com fulano, com beltrano, com sicrano e até com “zicrano”, para não servir de chacota no seu grupinho, sabia?
-O pior é que é  assim mesmo.
Bem, “garota”, o papo está bom, mas já vou. Fique com Deus.
-Amém. Vá com Ele também.
Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 27/06/2006
Código do texto: T183138

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55229 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:08)
Anna Célia