Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poder X Prazer

A ILUSÃO DO PODER

Sempre fiquei fascinada com a sutil mas arrasadoramente contundente diferença entre Poder e Autoridade, que meu professor de psicologia Social, Padre Dalton, retornado de exilo político, procurava nos mostrar em aulas magistrais sobre as relações Torturador/torturado. Eu fazia psicologia no centro de Ensino Superior, em Juiz de Fora, Minas Gerais,na década de setenta, quando uma aula era realmente inesquecível:todas.Ou deveriam ser, pois nem todos os professores eram “daltons”, nosso padrão de qualidade.
Profissional, mais tarde, observo o quanto os pais lutam para ter autoridade exercendo ditatorialmente apenas poder.É virarem as costas e os filhos se empoderam.ou debandam.Umas vezes, para auto-realização.Noutras, para condutas marginais, socialmente desprezíveis, como um ato de vingança com a rebeldia...Observo também os Governos, no papel de pater,irem enfezando o povo...
Quem se percebe desautorizado perante os subordinados, mais necessidades tem do exercício do poder brutal.Uns sufocam , outros destroem.Mas, de alguma forma, sempre se autopulverizam, se arrependem, às vezes, tardiamente.Hoje peguei um de meus velhíssimos cadernos onde, em letra louquíssima, fazia anotações com palavras interrompidas e conceitos resumidos, tentando nada perder do que era dito pelo Dalton(será que ele ainda está na Igreja da Glória?Vivo?Padre ainda?)...Escrita ao lado da folha,uma citação de Alexander Lowen, com letra bordada, o que me sinaliza que copiei depois, lendo algum de seus livros, provavelmente “Prazer,uma Abordagem Criativa da vida”,livro que sempre reli ..prazerosamente.Eis o achado de Lowen:

‘O PODER É ANTAGÔNICO AO PRAZER”

Claro, quem pode ser feliz podando a maravilhosa condição humana das possibilidades inerentes à sua própria criatividade?Nós, seres humanos, temos,garantido por Lei, o direito de “ir e vir”.E isso deve ampliar-se, naturalmente, para ações,pensamentos, e não apenas ao ato de deambular, escolher roteiros de viagens ou visitas a fazer...
Quem não conhece a chamada solidão do Poder?Os grandes dirigentes perdem os amigos, mesmo quando ainda convivem com eles:não são os mesmos aos olhos deles e temem ser procurados apenas com vias a favorecimentos .Temem a militância do puxasaquismo-data vênia ,pelo chulo termo.Desconfiam que não são mais procurados por eles mesmos.
Devemos ter a certeza de que, além de amados por nossas qualidades, por nossa força de atração, somos amados “APESAR DE NÓS MESMOS”.E como o companheirismo, seja do amigo ou do amante, é essencial à nossa felicidade!...
“O poder sobe à cabeça”,repete a sabedoria popular.Já senti, na carne,a mudança de uma pessoa,de um dia para o outro,exatamente.Concorrendo a um cargo eletivo, pertencíamos,um “amigo” e eu, à mesma chapa.Batalhamos à exaustão para vencer uma situação que incomodava há anos, aos subordinados de alguém.A pessoa “amiga”, concorria ao cargo de direção.No dia seguinte à vitória plena, fui lhe falar de um assunto comum a nosso trabalho, muito discutido por nós, necessitando urgentemente de mudança radical..Nem sequer, respondeu de imediato ou olhou-me frente a frente.Levantou-se da escrivaninha( simbolicamente gigante )e mostrou-me o fluxograma de cargos.Bateu num quadradinho e disse:”Seu chefe imediato é fulano de tal”.Assim.Uma pseudo- amizade, sem dúvida, mas todo o companheirismo de anos de ideal aparentemente comum, foi para a lata de lixo de mim.Adiós, poderoso!...
Muitos ditadores sentiram a ditadura paterna ou materna no seio da família.Uma espécie de vingança, ser ele agora o que detém poder.Por isso, ditadores adoram castigar.São agora os castradores.
É preciso que eduquemos para a Liberdade;a pessoal e a do outro.Dessa forma, as pessoas serão mais cooperativas e sentirão maior prazer naquilo que façam:até nas lutas, até no trabalho, até na amorosidade, pois esta estará desvestida de egoísmos e solidões...

Clevane pessoa de Araújo
(clevaneplopes@yahoo.com.br)

Belo Horizonte, 31/03/2005
Belo Horizonte, Brasil

Visitem minha página na REBRA!

http://www.geocities.com/~rebra/autoras/922port.html

clevane pessoa de araújo lopes
Enviado por clevane pessoa de araújo lopes em 01/07/2006
Reeditado em 02/07/2006
Código do texto: T185880

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autor e o link para o site "www.sitedoautor.net(Clevane pessoa de araújo lopes;(www.clevanepessoa.net/blog.php)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
clevane pessoa de araújo lopes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 69 anos
555 textos (176754 leituras)
21 e-livros (13424 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:51)
clevane pessoa de araújo lopes