Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ser Igual

Cissa de Oliveira

Vai daí que quem começa um texto com um "vai daí" ou não é muito certo
da cachola, ou está num bar com um copinho na mão. Pode ser que seja um
poeta, e cansado, que metáfora, metáfora também cansa. Vai daí que,
vai ver, é por isso que os poetas são também romancistas. O Romance
seria o "tapete", não onde ele esconde a sujeirinha não digerível na
metáfora, mas o tapete onde ele deita e rola.
Eu deito e rolo, e você?
Ah! não...
Decididamente nós somos muito diferentes! O tapete é uma coisa
fofa de vogais, sabia? Eu adoro as vogais! Acho que elas têm uma
macieza que as consoantes estão longe de oferecer. Consoante é boa
para fazer o ladrilho da casa. Com as vogais a gente faz as cortinas,
os bordados, o colchão, as almofadas, as telas, as aquarelas, os
papéis, enfim, os poemas. Mas não nos esqueçamos dos intermediários,
você me entende: coisas onde entrariam ambas, vogais e consoantes. Os
espelhos, as louças, os móveis.
E a maionese? Espera aí minha amiga, eu não disse que existem somente
vogais e consoantes! Ah! Essas mentes Ocidentais!
Vai daí que: - Garçom, um "saquê", please!

Cissa de Oliveira
Cissa de Oliveira
Enviado por Cissa de Oliveira em 21/05/2005
Código do texto: T18658
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cissa de Oliveira
Campinas - São Paulo - Brasil
140 textos (28486 leituras)
10 áudios (1446 audições)
1 e-livros (909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:19)
Cissa de Oliveira