Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DANÇA DE SALÃO



     Desde que me aposentei há cerca de 14 anos, um pouco mais, um pouco menos, não sei bem, venho procurando preencher as horas que me sobram com alguma atividade para que a mente não se embote no marasmo do fazer nada.
     Assim é que cursei quatro anos e meio de inglês no FISK, e três semestres de esperanto na UFC. Levei mais três anos tentando aprender violão, mas apesar da professora dizer que eu levava jeito, nunca consegui executar determinados acordes em que entra a tal da "pestana": uma certa posição dos dedos nas cordas que se voce não for um bom contorcionista de mão, não faz mesmo.
     Foi, justamente, quando desisti do violão que descobri a Universidade Sem Fronteiras. Grande achado, e no momento propício! O que me chamou a atenção no anúncio publicado foi o curso que estava sendo oferecido - "Desenhando com o lado direito do cérebro". Fui, de imediato, me inscrever, mas, lamentavelmente, tal curso nunca veio a ser realizado. Consultando as opções existentes, e seguindo sugestão da secretária, matriculei-me no "Curso de Criação Literária", já que era dada a escrever umas besteirinhas. A escolha revelou-se muito proveitosa não só para ampliar meus conhecimentos na área da Literatura, como para melhorar meu estilo, além, é claro, das novas amizades feitas, algumas das quais perduram até hoje.
     Este semestre depois de muito pensar, ver se o horário era adequado, e botar de lado a vergonha que me torna uma pessoa pouco sociável, resolvi tentar a "Dança de Salão com o objetivo de praticar algum exercício que me fosse prazeroso, pois sou por demais preguiçosa e falta-me o ânimo necessário para ir fazer "cooper" na Beira-Mar.
     E não é que estou gostando? As aulas são muito alegres e animadas contagiando todos que ali estão. A princípio sentia-me um tanto retraída, mas, agora, estou começando a sair da casca. Muito embora esteja bem distante no tempo a minha época de bailes e danças, afinal é como andar de bicicleta - a gente nunca esquece.
HLuna
Enviado por HLuna em 03/07/2006
Código do texto: T186827
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/helenaluna). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
9352 textos (235869 leituras)
15 e-livros (905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:49)
HLuna