Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAZENDO UMA ANÁLISE DA VIDA


A vida está aí para ser vivida. Saibamos faze-lo com respeito e dignidade.                                                                  Osculos e amplexos,                                                                                                                                                     Marcial
FAZENDO UMA ANALISE DA VIDA
Marcial Salaverry
 
Temos que convir que a vida é uma coisa muito interessante, e muito gostosa de ser vivida, devido às surpresas que nos reserva em nossa caminhada.

Estamos sempre nos surpreendendo com coisas que acontecem, bem como com certas atitudes de algumas pessoas, que conseguem nos surpreender pelo inusitado do fato, por coisas que jamais poderíamos supor que elas fizessem.

Podemos citar como exemplo, pessoas que, dotadas de uma cultura elevada, inteligentes, extremamente capazes, e que justamente por isso nos fazem prejulgá-las como pessoas equilibradas, racionais, incapazes de atitudes descabidas, e nos surpreendemos quando descobrimos que elas são capazes de certas atitudes totalmente irracionais, de promover certos assédios ou perseguições, que melhor ficariam em novelas ou em filmes “C”.

Temos de convir que a vida é um ir e vir de alegrias, de decepções, de erros e acertos, e assim sendo, o mais importante é tentar aprender e crescer espiritualmente, pois se pararmos para tentar analisar porque cada um de nós nasce de uma forma, numa determinada situação, alguns, numa família pobre, outros, em situação confortável. Isso quer dizer Deus é injusto, por proporcionar melhores condições para uns do que para outros? Não deve ser assim, será melhor pensar na evolução do ser humano. Certas decepções que sofremos, mais nos leva a acreditar nisso. Percebemos  que existem pessoas que precisam crescer, não somente no conhecimento das coisas do mundo, mas principalmente precisando desenvolver sua  alma. Realmente, de que adianta desenvolver seus estudos, se sua alma permanece estagnada, não cresce.  De que adianta ter fama, dinheiro, se a parte espiritual permanece em estado primitivo? Com dinheiro pode-se comprar consciências, mas o sentimento puro, diante do semelhante, este não há dinheiro que compre.
 
As nossas origens, o porque nascemos de uma maneira ou de outra, são totalmente inexplicáveis. Não se pode definir porque alguns nascem em berço de ouro, e podem dispor de todas as condições para ter uma vida fácil e confortável, enquanto outros nascem em berço simples, e sempre vão precisar lutar para conseguir algo na vida.

Mas o que vem depois, o crescimento ou não das pessoas, o tipo de vida que vão levar, o que vão fazer em sua caminhada, é algo que depende mesmo do chamado “livre arbítrio”.  Cada qual é, ou deveria ser responsável pelo que faz.

Se vai estudar ou não, se vai  ser uma pessoa de bem, ou se vai ser um drogado.  Se vai procurar pautar suas atitudes procurando observar as leis naturais da vida, são coisas que independem da vontade divina, já que estão mais vinculadas à vontade das pessoas que decidem a maneira pela qual vão viver.

Claro que sempre qualificamos as pessoas conforme sua aparência.  É verdade que existem pessoas que cresceram materialmente, amealhando recursos ou instrução, mas que não conseguiram desenvolver seu espírito, ao mesmo nível de seus conhecimentos.

São pessoas que se recusam a enxergar adiante de seu umbigo. São pessoas que, quando enfiam uma coisa na cabeça, acham que aquilo tem que ser da maneira como querem.  E, se contrariadas em sua vontade, tomam certas atitudes atrabiliárias, causando mal estar entre pessoas que lhe haviam oferecido amizade e consideração, mas como ousaram contrariá-lo em algum capricho, ei-los furiosos, fazendo cobranças, exigindo atendimento a seus desejos, sem respeitar os direitos alheios.

São pessoas incomodativas e frustradas, que não sabem entender quando não são desejadas.  Passaram por cima da vontade alheia.  Apenas lhe interessa ver seu ego satisfeito. E exercem pressões incomodas, e procuram fazer baixas chantagens emocionais, e tomam atitudes que beiram o ridículo.

Isso tudo, apesar de serem pessoas de elevado grau de instrução, doutorado, etc...

Infelizmente,  isso ocorre mesmo. Houve o crescimento material, e não houve o crescimento espiritual.

E é justamente o crescimento espiritual, que nos faz entender a vida, como deve ser vivida. Faz-nos entender que quando as coisas não correm como queremos, devem ser aceitas. Faz-nos entender que todos têm direito às suas opções de vida. Faz-nos entender que nada deve ser conquistado pela força. Faz-nos entender, enfim, que sempre nosso direito termina onde o começa o do outro.

Atingindo esse grau de compreensão, melhoramos como pessoas, chegamos a um melhor nível de compreensão da vida.  Quanto melhor entendermos os outros, mais seremos entendidos.  Quanto melhor respeitarmos os outros, mais seremos respeitados.

Assim é a vida. É fácil de ser vivida. Basta que saibamos vivê-la.  Basta aceitarmos os direitos que todos têm à vida, e nossos direitos também, serão respeitados.

Assim, respeitando os direitos de todos, desejo UM LINDO DIA.



 
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 04/07/2006
Código do texto: T187223
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19856 textos (1962755 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:20)
Marcial Salaverry