Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pingo e Pipoca

A cachorrinha Pepita, já mencionada em história anterior, ganhou alguns filhotinhos. Alguns foram doados e dois permaneceram na companhia da mãe.  Como Sávio e Cássio ainda estavam empolgados com  as histórias de Maria José L. Dupré,  “Aventuras de Vera, Lúcia, Pingo e Pipoca”,  passaram a afeição para os  cachorrinhos. O preto ficou sendo Pingo e o branco, Pipoca.
Eles mal esperavam o domingo  para brincar com os  “tiuzinhos” na casa da avó.  De uma vez, trouxeram os dois para  aqui passarem uma noite.
Estava muito frio, mas os quatro se embolaram numa só cama e se protegeram com colchas de retalhos. Dormiram quentinhos a noite toda.
Embora não ouvisse barulho de chuva,  na cama deles choveu e muito!
Foi ótima a curtição desses momentos, porque tudo passou rápido e, hoje, de Pingo e Pipoca só tem as fotos e a saudade.

 (Antes de ler "Pingo e Picoca", eu aconselharia ler "Pepita".)

fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 05/07/2006
Reeditado em 07/07/2006
Código do texto: T187923
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204290 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:04)
fernanda araujo