Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vamos trocar?

Durante muitos anos tive a paciência de fazer colchas de retalho. Não era  Patchwork,  porque não havia arte nenhuma. Todo e qualquer retalho era pregado sem estética, sem encantamento, mas as colchas eram sempre bem-vindas  pelos meninos, pois eram quentinhas e práticas. Quando ficavam mais velhas, alguns tecidos  rasgavam-se  com mais facilidade. Se eu não costurasse logo aquele pedaço – o que era muito comum acontecer,   a colcha já virava brinquedo. Os meninos entravam por aquela abertura, ficando dentro da coberta, como se fosse uma barraca.

Um domingo fomos à roça, e lá estava a Ester, minha cunhada, com seu nenê caçula,  o Lucas. O Saulo, meu  caçulinha, ficou encantado com  o bebê e propôs à Tia:
- “Tia Ester, quer trocar o nenê por uma barraca?” (!)

E olha que a barraca era de estimação!
fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 13/07/2006
Reeditado em 16/09/2006
Código do texto: T192990
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:15)
fernanda araujo