Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depressão

Dentro de mim
em mim
nada além de mim
infinito ser finito.
Sem alegrias, sem humor
só o rumor de um dia ter sido sonhador
em sonhar que se pode modificar o mundo
e tudo ao que está ao redor
pela força da minha vontade...
Mas, sinto-me ínfima,
sem sentido, sem direção
sem saber onde encontrar razão
e por qual ou porque lutar
Sem saber onde estou
ou para onde vou
Questões de como vim parar aqui
me incomodam dia a dia
e para enfrentar sempre estou e me sinto fria.
Inerte, sem movimento ou motivo
para me mexer.
Ah! Dito e bendito prazer...
Reminiscência, vaga lembrança
do que um dia fui
e não sei se vale ou não mais a pena ser.
Não quero mais ser a boazinha,
a que resolve tudo e que todos amam...
Virei chata, incomodo os outros
e a idade ainda nem chegou...
Estou sem rumo, mesmo tendo teto
sou um simples objeto que ali está,

e se não se mexer...melhor,
porque não incomoda mais ninguém.
Essa tal coisa chamada depressão
me leva a ter a impressão
que no momento e na hora certa
fica assim... demente, insano e sem razão.
A descoberta da loucura é fascinante
e, mesmo que se diga que se está doente,
os que estão ao seu redor não acreditam...
é mesmo impressionante
e altamente viciante ser demente.
Das minhas dores sei eu...

15:53 03/07/03
Rosy Beltrão
Enviado por Rosy Beltrão em 25/05/2005
Código do texto: T19634
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosy Beltrão
Estados Unidos, 62 anos
155 textos (31365 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:16)
Rosy Beltrão