Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IMPOSSIBILIDADE

\"Tudo é questão de manter
a mente quieta,
a espinha ereta
e o coração tranqüilo\" - Walter Franco

Como se fosse fácil...
A mente quieta! Quem pode mantê-la deste jeito?
A espinha ereta, até que pode ser, mesmo assim, com muito esforço. Porque, no mundo conturbado e corrido de hoje em dia, é complicado não estarmos curvados face aos problemas, carregando pesadas cargas, diariamente.
E, manter o coração tranqüilo só seria possível se não amássemos, se não sentíssemos tristeza, mágoa, dor, ou saudade.
Vinícius de Morais já dizia que: “quem tem amor e tem calma, tem calma... não tem amor.”
É simplesmente impossível manter tranqüilo um coração cheio de amor, porque o objeto do nosso carinho está sempre fazendo com que o coração se sobressalte: ou pela alegria de encontrá-lo, ou pela tristeza em não vê-lo;  pela felicidade do beijo, ou pela saudade do olhar.  De qualquer forma, o coração jamais será tranqüilo se estiver cheio da presença, ou mesmo da ausência de outro alguém.
Não... não é fácil manter a mente quieta. O pensamento é, por natureza inquieto. Ele não se permite “formatar”;  ele não se conforma em ficar parado dentro da mente, sossegado, sem fazer barulho.  O pensamento extrapola, sai de dentro da gente, voa em direção a sonhos, a projetos, planos, pessoas... voa, célere e incontidamente, em direção à pessoa pela qual o coração bate, também descompassado e inquieto. Intranqüilo, ao contrário do que diz o verso,  aí em cima.
Não... não é possível manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranqüilo. Não, pra quem ama;  não pra quem vive; não pra quem sente desejo e saudade.
Isto só seria possível a um defunto. Este sim: completamente esticado, impassível, tranqüilo, mente vazia, coração quietinho, paradinho... espinha ereta, sem se curvar, sem balançar... porque morto!
Enquanto viva estou, porém, a mente não pára; a espinha se curva, se estica, torna a se curvar... e o coração, batendo loucamente, não pode, nem por um segundo ficar tranqüilo. Porque a mente está repleta de ti, a espinha quer ajudar o corpo a ir a teu encontro.
E o coração, completamente teu, a cada batida, a cada pulsação, grita teu nome...

BH - 20.04.04
lisieux
Enviado por lisieux em 26/05/2005
Código do texto: T19783
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:26)
lisieux