Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUGARES ESCONDIDOS


Sei de sentidos que afagam a dor
Conheço cada sonho destes arquitetos
Desprendi-me destas correntes mundanas
A eternidade levou embora meu desejo
E sei que a poucos minutos de sabedoria me entrego
Mas nunca deixarei que se vá meu coração
Nunca precisarei explicar meus sentidos
Nunca precisarei explicar o que sinto
Porque a escuridão foi tomada pela luz
Palcos vazios inflamam toda esta platéia lúcida
De passos errados já bastam os desesperados
Não serão carregados os desalmados
Nem fugirão os opressores
Meu lugar
Meu sinistro quarto em que sobrevivo
A doces arrancadas de pedaços dilacerados
Não temo a chuva que cai fora dos olhos
Elas pintaram meu rosto com marcas expressivas
Mas todos caminham para o mesmo abismo
Ninguém se preocupa com mentiras sinceras
Ninguém pode prever os holocaustos
A água da fonte jorra com direção certa
E são belos os pés descalços que tocam sua superfície
Somos deste lugar
Apenas nos esquecemos de quem somos
Esquecemos que um dia tivemos um coração aflito
Hoje são dias diferentes, esquecemos nossas necessidades
Mas lembramos do que precisamos
Mas nunca saberemos onde encontrar

autor: Danilo Padovan
Daykon
Enviado por Daykon em 20/07/2006
Código do texto: T198071
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daykon
Santa Fé - Paraná - Brasil, 33 anos
46 textos (1217 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:19)