Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apologia ao crime - A Teoria do Caos

Quem nunca incentivou alguém a cometer algum tipo de ato ilícito? Bom pelo menos EU já!

Disse a um amigo que morresse. Mas mandar alguém morrer não é bem fazer apologia ao crime... Sim, mas vamos aos detalhes:

-O que é isso?
-Eu sei lá.
-Esta na sua mesa e não sabe?
-Colocaram ai.
-Tem alguma coisa escrita, com certeza não é em português, e nem inglês. Seria russo?
-Deixa-me ver!
-Não. É alemão
-Como sabe?
-É que ouço uma banda alemã.
-Que banda?
-Rammstein
-Que?
-Esquece, e suma com o objeto.
-Eu não, estava na sua mesa é sua responsabilidade.
-Dá um fim nisso, nem sei o que é, ou de quem é.
-Não, já pensou se me pegam com isso!
-Coloca em uma sacola.
-Eu não, coloca você!
-Ah vai pro inferno...!!

Pronto. “Vai para o inferno”. Isso é apologia ao crime. Deveria ter especificado. “Ah... morra, se mata, vai se ferra”. (mesmo assim, continuaria sendo) Mandar alguém ir para o inferno pode significar. Muitas coisas! É uma forma de você demonstrar desprezo para a vida alheia.

Claro que meu nobre colega não iria se matar, muito menos “se ferra” só porque eu mandei.

Mas poderia desencadear a partir dali, uma serie de acontecimentos, ele pensando em meu desprezo por sua vida, bem que poderia colocar raticida no meu café. Ou pior, uma tarântula venenosa na minha gaveta. Quem sabe? Ou se deprimir, e pular do sétimo andar.

Devemos ter cuidado com o que dizemos as pessoas estamos interligados, a todo e qualquer acontecimento, seja ao nosso lado ou do outro lado do globo, esta direta ou indiretamente relacionado a nós. É nossa a responsabilidade de manter o "equilíbrio".

Palavras, frases, imagens, o silêncio! Alteram nossas vidas radicalmente, tudo que você, diz, tem um efeito na vida de todos que estão a sua volta, ate mesmo na vida de quem você jamais viu.

Claro que tem pessoas com um poder maior de intervir na “sistemática da vida”. Como o pronunciamento do presidente do Banco Central norte americano, que pode abalar a economia das nações, ou o nosso presidente da Republica, ministro da fazendo entra outros.

Uma coisa menos notável seria um vendedor ambulante de relógios, que arma sua barraca em uma praça movimentada, alguém, passando por lá, rouba um relógio, o vendedor só se da conta quando vê um menino de rua parado em frete a sua barraca, deduz que pode ser o pobre garoto. Espanca o moleque, e chama a polícia. (no interior o comércio ambulante é aceito normalmente). Esse vendedor fez apologia ao crime sem mesmo saber.

Aquela situação vivida pelo garoto pode mudar radicalmente sua vida, trazendo revolta, indignação, frustrações, podendo condicioná-lo a criminalidade, fazendo-o cometer crimes hediondos, como seqüestros, homicídios, estupros.

Alguns anos depois de se tornar um criminoso frio, com revolta, sentimento de vingança ele pode muito bem procurar o vendedor e assassiná-lo.

Tudo por causa de um relógio... É a Teoria do Caos.
Chaos Theory
Enviado por Chaos Theory em 24/07/2006
Reeditado em 02/01/2007
Código do texto: T200626

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaos Theory
Itajubá - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
78 textos (11378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:02)
Chaos Theory