Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Almas Gêmeas *

                           
 Sabe  toda  vez  que nós ficamos tão juntinhos como hoje
Eu começo a me perguntar, como pode alguém amar tanto assim....
Será que estamos resgatando alguma  coisa vivida no passado?
Será que  você é a minha alma Gêmea?
Será  não, tenho certeza que estamos.........
Eu sei e sinto quando você não está bem,
Então pergunto de novo
Estamos resgatando algo do passado?
Sim estamos...... e ainda não será dessa vez que tudo estará terminado
Voltaremos novamente....., pra vivermos aquilo que ainda não conseguimos viver
Ainda vamos  chorar?, Vamos sofrer? , sim muito.......
mas choraremos, e sofreremos juntos, como hoje , como ainda agora
eu chorei, e me apoiei em você, me apoiei
Igual quando estamos nos amando
Como pode duas pessoas estarem tão perto
e estarmos tão longe ......
Como pode caber tanto carinho tanto amor, no coração de uma pessoa ....
Como posso de olhos fechados te ver, te sentir,  e saber que ao mesmo tempo
Não te vejo e nem te sinto........
Mas mesmo assim tu tens aqui alguém que sempre  irá te esperar, e te amar
e acima de qualquer coisa, te Respeitar, como sempre o fiz.....
pois Almas  Gêmeas nunca se  perdem, principalmente depois  que se encontram........
                         

                                                       
Nancy Cobo
Enviado por Nancy Cobo em 21/01/2005
Reeditado em 15/02/2012
Código do texto: T2057
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nome do Autor e o Link para www.nancycobo.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nancy Cobo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
1018 textos (180518 leituras)
4 áudios (1593 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:36)
Nancy Cobo