Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para aprender falar você precisa falar

Para aprender falar você precisa falar


SEJA NATURAL: é importante ser você mesmo pois as pessoas percebem que está forçando ou usando um vocabulário que não é de seu uso normal.

RESPIRE: A respiração abdominal ajuda a manter o controle e a calma; benefício extremamente importante para quem precisa desenvolver seu trabalho muitas vezes estressante. A respiração correta ajuda a relaxar. Hábitos corretos também irão aprimorar a qualidade da sua voz, dando-lhe um timbre mais rico e completo.
Uma respiração artificial vai ‘afinar’ sua voz, fazendo com que pareça inseguro ou nervoso. Para aprender a respirar basta deitar no chão de barriga para cima, e sentir o abdômen subir e descer ao respirar profundamente. Seus músculos abdominais devem se expandir e se contrair. Ao respirar  os ombros e o peito não devem se mexer – somente o abdômen.


PRONÚNCIA : A compreensão das palavras é fundamental para podermos passar a idéia  que objetiva o contato.
O som do “S” e o “R” no final das palavras deve soar corretamente. A pronúncia do ERE pode ser aperfeiçoada com exercícios.

INTENSIDADE: O volume da voz e fundamental para se conseguir a atenção do interlocutor, por isso você deve estar seguro do que vai falar. Deve conhecer bem o  produto/serviço para que a naturalidade, a pronúncia e o tom de voz sejam naturais.

VELOCIDADE: A fala não deve ser muito rápida e nem muito lenta. Uma pessoa que tem problema na dicção e fala rápido ou alguém que fala muito devagar, irrita o ouvinte. Evite pausas prolongadas, aqueles ‘aaaaaa” ou  éééééé.....
Uma solução eficiente é gravar e ouvir a sua voz.

RITMO: Falar no mesmo ritmo o tempo todo, torna cansativa e desinteressante a conversa. Alterne  a altura e a velocidade da voz, tornando o conteúdo mais atraente.

VOCABULÁRIO: Além de espontâneo o vocabulário deve ser simples e objetivo. As gírias, palavrões e termos pobres e vulgares devem jamais ser pronunciados. Deve ser evitado palavras difíceis e também não devemos usar o vocabulário específico de nossa profissão com pessoas que não estão familiarizadas com esses termos. A leitura é ótima para enriquecer nosso vocabulário.

GRAMÁTICA: Um erro gramatical, dependendo da gravidade, poderá atrapalhar ou até mesmo destruir sua imagem. Você deve dominar verbos e concordância. Observe com atenção a construção das frases de livros de bons autores.

POSTURA: Fique sempre bem posicionado. Se estiver falando pessoalmente, não coloque a mão nos bolsos, nas costas, cruzar os braços, nem se apóie ou debruce sobre mesas ou cadeiras. Ao falar, olhe para as pessoas para ter certeza de que estão prestando atenção nas suas palavras. Deixe os braços ao longo do corpo ou acima da linha da cintura. Gesticule com moderação, pois o excesso é muito prejudicial.
Se estiver ao telefone, a cabeça e a coluna devem ficar retas, como a pessoa não está lhe vendo, a sua arma é a sua voz.

INÍCIO, MEIO E FIM: No início procure conquistar o ouvinte, despertando interesse e a sua atenção. No meio, relate brevemente o que pretende explicar, nunca sendo longo demais. Finalmente, faça um resumo bem objetivo destacando os principais pontos que você quer que o seu ouvinte lembre.

PRÁTICA: Uma pessoa só aprender fazer, fazendo. Planeje e faça. Treine e nunca perca uma oportunidade de falar, de expressar a sua opinião, etc.
Cleverson
Enviado por Cleverson em 03/08/2006
Código do texto: T208266
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cleverson
Curitiba - Paraná - Brasil, 33 anos
20 textos (32971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:34)
Cleverson