Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crônicas da Vida Real ... Títulos ???

Eu sempre ouvi dizer que títulos são portas abertas para o mundo.

E confesso que sempre que ouvia isso, ousava ser contra, pois acredito que as portas devem se abrir sim, mas aos valores éticos e morais independente de raça, credo, religião ou cor.

Afinal um “doutor” é o mesmo ser humano que um "senhor” e a ambos cabe o dever da ética e do respeito.

Mas, como nada nesse mundo é perfeito, hoje tirei a prova real do que infelizmente é fatal... título conta sim e o que é pior, com concorrência desleal. Eu mesma vivi este fato que aqui relato indignada:

Faço parte de um movimento, onde me foi dada a missão de divulgar a paz e a união, eventos culturais, encontros, poesia em harmonia com o mundo em que vivo...  Minha cidade natal.

Missão esta de que me orgulho, pois sou a favor da divulgação de tudo que puder contribuir com a educação. Cultura e educação são almas gêmeas que andam em baixa ultimamente...

Por conta do movimento ganhei um título, que guardo agradecida, mas não enaltecida, pois minha obrigação é ser fiel com a responsabilidade que assumi com minha consciência e tudo o que disser deve estar selado com a verdade.

Hoje pela manhã, ao ler o jornal local, deparei-me com uma noticia que veio bem a calhar. O Príncipe dos Poetas, Guilherme de Almeida, inspirou um grande evento, o lançamento de um concurso nacional. Poetas, contistas, trovadores e cronistas, vão poder escrever o amor por sua terra natal.

Aproveitei a oportunidade e orgulhosa por viver na cidade inspiração, liguei ao jornal para melhor informação.

Foi ai que começou uma verdadeira maratona. Do jornal ao carnaval foi um pulo. Para ter a informação de que data seria o evento passei por oito pessoas, cinco delas nem sabiam do que eu estava falando e como sou persistente e não há diabo que me agüente, resolvi tentar mais uma vez só que de forma diferente. Lembrei-me neste momento do velho chavão, então resolvi por a prova se é verdade ou não. Se título abre uma porta, lá vou eu então...

Liguei diretamente na secretaria de cultura e ao primeiro alô fui logo dizendo quem sou:

_ Alô, bom dia! Sou Cônsul do Poetas Del Mundo, representante de Campinas e quero uma informação. Nem é preciso dizer que me cobriram de atenção e logo fiquei sabendo de todos os detalhes do concurso, até mesmo daqueles que ainda nem estavam em curso.

Meu nome? Pra que este mero detalhe? Naquele momento o que mais interessava, era que uma “cônsul” lhes falava!

E mais uma vez eu digo: Pobre pobres do meu país...

 

Campinas/04/08/06

18.00h

Augusta Schimidt
Enviado por Augusta Schimidt em 04/08/2006
Código do texto: T209439

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Augusta Schimidt
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
366 textos (532096 leituras)
4 e-livros (6968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:44)
Augusta Schimidt

Site do Escritor