Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEPRESSÃO, O LADO NEGRO DO CÉREBRO

        DEPRESSÃO: O LADO NEGRO DO CÉREBRO
                 Antoni BigCuore
      (SP. 4ª.feira, 27.04.2005, às 15,50hrs.)
=======================================================

Muita coisa se fala sem consistência sobre a doença do século passado e que continua no novo milênio: a mal fadada depressão.
Muitas pessoas acreditam que a depressão é um estado de tristeza profunda Está provado que é um mito A depressão é considerada hoje pela Organização Mundial da Saúde, como doença. Para se ter uma idéia, ela afeta 16% da população mundial, cerca de 900 milhões de pessoas. Suas vítimas mais constantes são as mulheres, cerca de duas por uma. No Brasil, a partir do ano de 1999, passou a ser considerada com doença.
Os principais fatores desencadeadores da depressão são:
A) Fatores orgânicos: basicamente a depressão é um problema de química cerebral, ou seja, uma inadequação nos neurotransmissores do cérebro humano. Seu principal neuro-transmissor se chama serotonina, ( hormônio do bom humor e bem estar) a qual tem por função específica fazer a comunicação entre as células nervosas, a chamada sinapse. Quando seu nível (serotonina) no cérebro baixa muito, ela ocasiona a tal falada depressão. A pessoa fica completamente sem forças, desanimada, tem perda de apetite, nada a motiva, tem insônia, muita ansiedade, etc.
B) Principais sintomas da depressão: desânimo, angústia, perda de apetite, lassidão, insônia, muita ansiedade, músculos geralmente retesados; a pessoa não sente nem mesmo vontade de rezar, nada a motiva.
Releva salientar que um dos principais fatores que levam a pessoa à depressão é o estresse. Este aliás, é o grande inimigo do homem moderno. Ele provoca um desequilíbrio na química cerebral, a nível dos neuro-transmissosres (serotonina, dopamina, noradrenalina etc), causando além da depressão, outros desequilíbrios de origem endógena.
 Ele leva o organismo a um estado de baixa imunidade, o que, na prática, gera condições negativas e propícias ao surgimento das doenças.

C) Fatores sócio-culturais: perda dos pais na infância; estresse emocional; condições climáticas;  conflitos sentimentais e familiares; poluição; falta de perspectivas profissionais( desemprego) e problemas financeiros etc.
A vida moderna é extremamente propícia ao surgimento de doenças de origem emocional. Conflitos mentais não resolvidos, levam a pessoa a somatizar, ou seja, o corpo funciona como uma espécie de colchão amortecedor das emoções. Todo um contexto social muito difícil, mormente para as pessoas de baixa renda, cria condições favoráveis ao surgimento de uma gama de doenças chamadas psico-somáticas.
D) Terapêutica: para a situação explicitada no item A, é imperativo o tratamento com profissional especializado, o qual irá corrigir tal distorção receitando os chamados remédios do gênero, anti-depressivos. Em minha opinião, entretanto, o melhor anti-depressivo natural que existe, é a chamada endorfina que o cérebro libera após exercícios físicos. Caminhada, natação, esportes de um modo geral.
É imperativo, também, muito apôio familiar. A pessoa, nesta circunstancia, tende a se isolar e isto não é bom. Um dos principais fatores para a recuperação, consiste  no depressivo chamado “se enturmar”. O isolamento só agrava a doença. Ele deve interagir com o grupo de amigos, na igreja, no clube, na escola etc. Enfim, ele deve procurar o máximo de convívio social  possível.
Outro fator importantíssimo é a eucaristia. O fator espiritual é o mais importante de tudo. Peça, com muita fé, a Deus que o cure. Ele é fonte inexaurível de energia positiva. Aproveite para exercitar a sua capacidade de PERDOAR. Assim, você estará instaurando dentro de você mesmo(a) os anti-corpos espirituais necessários que vão melhorar em muito o seu sistema imunológico.
Exercícios físicos relevantes: os exercícios físicos sempre ajudam a melhorar também em muito o estado de saúde do paciente. Na verdade, a combinação dos fatores, espiritual, físico e emocional, é que geram as condições de melhora do paciente. É a minha tese dos 3 fatores, a que chamo de EQUILÍBRIO HOMEOSTÁTICO DA PERSONALIDADE. Os 3 fatores harmonizados, redundam no equilíbrio da personalidade, na felicidade, enfim.( leia em meu livro, A Saúde da Alma e do Corpo.)
===========================================================
Antoni BigCuore. Autor é cantor e Escritor  em SP. Contatos pelo e.mail: antonibigcuore@yahoo.com.br. Veja esta crônica no link: recantodasletras.com.br/autores/antonibigcuore.


ANTONI BIGCUORE
Enviado por ANTONI BIGCUORE em 05/08/2006
Código do texto: T209555
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANTONI BIGCUORE
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
2237 textos (779468 leituras)
87 áudios (44872 audições)
1 e-livros (150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:15)
ANTONI BIGCUORE