Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Na Livraria



Na sexta à noite,  numa Livraria, escolhendo uma boa companhia para o fim de semana, indo de contos à poesias e tropeçando nos de culinária (não,  não, não), um pensamento estranho me invadiu de repente e comecei a chorar,  ali mesmo,  no meio daquela gente... com um livro todo preto na mão, de uma escritora chamada Márcia... só guardei o primeiro nome. Ali, a foto da moça bonita, mas inteiramente amarga e os olhos de uma tristeza sem par.  Moça de estudo, de boas relações e tudo.  Folheei as poesias e deparei-me com um versos assim: - "Calem-se todos,  as pessoas falam demais... Quero ouvir apenas os gritos da minha dor..." Não sei ao certo se é isso, mas a idéia do pensamento é exatamente esta. Não trouxe o livro para casa. Preferi um do Ferreira Gullar (adoro este poeta) e um outro que fala que sonhar é importante. Mas a cena da moça de olhos tristes, cheia de mágoa pela vida e poeta... Pensei no quanto é importante proteger-se das violentas perdas, para que não nos tornemos esta aspereza de gestos, palavras... para que possamos de alguma forma continuar amando o próximo, mantendo nossos olhos acesos e livres da dor do mundo...

Angela Lara
Enviado por Angela Lara em 05/08/2006
Reeditado em 28/03/2012
Código do texto: T209626
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angela Lara
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1830 textos (247902 leituras)
53 e-livros (15732 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:31)
Angela Lara