Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALIBABÁ e os 40 ladrões

No conto infanto- juvenil de procedência árabe, intitulado ALIBABÁ e os 40 ladrões, o "mocinho" da história não possuía o comportamento criminoso dos personagens larápios.ALIBABÁ, sem qualquer dúvida, nem omisso poderia ser, uma vez que os descobriu, por acaso, numa caverna, utilizando-se da senha “Abre-te Sésamo!”. Essas palavras permitiram descerrar a pesada porta de pedra, ficando claras as evidências.
Partindo para a esfera da nossa triste realidade política, a qual não se compara, sob nenhum aspecto, com aquela maravilhosa fábula, o nosso personagem maior não chegou a descobrir nenhum ladrão, quanto mais quarenta.
Segundo ele próprio jamais soube de nada e, naturalmente, desconhecia a senha “Abre-te Fariseu!”, a qual poderia desvendar a sua misteriosa incredulidade.
Agora, após toda decepção do povo brasileiro com o amargo resultado da CPI, surge a maior e heróica figura no lamentável episódio do mensalão. Trata-se do Procurador – geral da República, Antonio Fernando de Souza consolidando a denúncia, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), quando declinou, nominalmente, os quarenta participantes do esquema de corrupção.
Esses impiedosos achacadores não honraram os votos que lhes foram confiados e, por isso, transformaram- se, perante a opinião pública, em ladrões de gravata, sem qualquer chance de modificarem esse vergonhoso conceito.
Portanto, resta tão somente uma sensata decisão de cada um de nós, na próxima eleição de outubro deste ano, isto é, a de votar com a razão, não se deixando envolver por promessas ilusórias. Isto evitará uma nova história, semelhante a esta, que os nossos filhos e netos guardarão na memória, como tendo sido o governo do Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, o celeiro da maior rede de corrupção em nosso país. O futuro político do Brasil continua em nossas mãos. Podemos e devemos reverter este quadro.
Demarcy de Freitas Lobato (Em memória)
Enviado por Demarcy de Freitas Lobato (Em memória) em 06/08/2006
Reeditado em 06/08/2006
Código do texto: T210744
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demarcy de Freitas Lobato (Em memória)
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil, 75 anos
367 textos (105518 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:41)
Demarcy de Freitas Lobato (Em memória)