Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER PAI

Romeu Prisco
 
1)  Ser pai, é provar para a futura mamãe, que o seu DNA vai gerar um rebento acima das expectativas. Veja os exemplos de Xuxa, Madonna e tantas outras. Em alguns casos, você também deve provar que o seu DNB (dinheiro no banco) vai garantir, para o resto da vida, além do futuro do rebento, igualmente o dela, mamãe, se ocorrer separação, ou se não vier a ocorrer união. Veja os exemplos das "ronaldinhas" e das "romarinhas".
 
2) Durante a gravidez, ser pai é agüentar, sem reclamar, as indisposições, os enjôos, as irritações e as depressões da futura mamãe. É elogiar constantemente o corpo da própria, dizendo que está mais esbelto que o da Gisele Bündchen. É levantar as três da matina, para comprar aquele prato especial, que só se encontra naquele restaurante da lua-de-mel, caso contrário, o rebento nascerá cheio de manchas.
 
3) Ser pai, é padecer junto da futura mamãe as dores das contrações e assistir ao parto, sem desmaiar. É cansar de dizer que o rebento chegou com a cara e bonito como a mãe. Aí,se ela deixar, é pendurar, na porta do quarto da maternidade, um "kit" do seu time preferido (aproveite, pois este é um dos poucos privilégios). É dar charuto para os amigos e colegas de serviço, mas, não sair com eles para a "happy hour".
 
4) Ser pai, é batalhar de manhã, à tarde e à noite, para prover a subsistência e o conforto da mamãe e do rebento, ouvindo, sem contestar, que nunca está em casa, na companhia da família. É levantar novamente às três da matina, para dar um jeito no rebento, sempre e quando ele não parar de chorar. É aprender a esquentar a mamadeira, a trocar as fraldas e a dar banho.
 
5) Ser pai, é  fazer do rebento um orgulho, para que a mamãe possa dizer, às outras mamães, que o dela é o primeiro da classe, o melhor do futebol e o mais querido da turma. Sempre que for o caso, é ir dialogar com os professores, fazendo-os ver que nota abaixo de dez é incompatível com a inteligência do rebento.
 
6) Ser pai, é ensinar o rebento a se defender e a bater quando necessário, sem nunca apanhar. Porém, se isto acontecer, é ir tomar satisfação com o pai do rival, intimando-o a dar educação ao filho, a fim de que ele se comporte como um ser civilizado.
 
7) Ser pai, é se ocupar do rebento, em período integral, nos sábados, domingos e feriados, para que a mamãe goze o merecido descanso. É permitir e ser tolerante com o rebento, quando ele assistir televisão comendo salgadinhos, tomando sorvete e refrigerante, sem, porém, jamais dar estes péssimos exemplos, sob pena de sofrer severa advertência da mamãe e ser obrigado a limpar a sala.
 
8) Ser pai, é admoestar e punir o rebento, sempre que ele desobedecer e desrespeitar a mamãe, ou a vovó, mas, ser compreensivo em outras situações, porque, afinal, você também já foi criança e teve seus defeitos.
 
9) Ser pai, é assumir o papel de lobo mau e de bicho papão, responsabilizando-se por tudo de errado que o rebento fizer, ou que com ele acontecer, seja na infância, na puberdade e na maturidade. Agora, se na infância, na puberdade e na maturidade, o rebento for o protótipo de pessoa bem comportada e de bons costumes, ser pai é não esquecer de dizer que isso se deve à educação que a mamãe lhe deu.
 
10) Quando o rebento casar e se estabilizar, com o seu apoio moral e financeiro, proporcionando-lhe um neto, aí, então, começará a sua grande e verdadeira missão de pai: é ser pai com mel, permitindo que o rebento-neto faça tudo aquilo que o rebento-filho não fez, sob os olhares complacentes da carinhosa vovó.
 
11) Ser pai com mel é preencher seu tempo de aposentado, levando o rebento-neto, todos os dias, aos parques e jardins, para brincar, empinar pipa, comer pipoca e alimentar os pombinhos. É levá-lo e pegá-lo na escola. Nos fins de semana e nos feriados prolongados, é transformar-se em "baby-siter", enquanto o rebento-filho e a sua nora vão curtir o litoral, ou o campo.
 
12) Ser pai com mel, é também ouvir da boca do rebento-filho e da mamãe do rebento-neto, que você, com seus mimos, está estragando toda a sua educação. Por isso, as visitas passam a ser mais escassas e mais curtas. Enfim, diante desse pálido quadro, dá para notar que ser pai é muito mais do que ser, simplesmente, Papai Noel.
 
Agora, amigo, um segredinho para ficar guardado só entre nós. As mulheres que tiverem paciência de ler este texto até o fim, certamente vão dizer: se existir um homem assim, mande ele para mim, pois, com tais características, o único que conheci foi o meu pai.
-----------------------------------------------------------

Respeite os direitos autorais

visite:

www.lunaeamigos.com.br/prisco/prisco.htm

www.recantodasletras.com.br/autores/romeuprisco
Romeu Prisco
Enviado por Romeu Prisco em 13/08/2006
Código do texto: T215335

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Romeu Prisco
São Paulo - São Paulo - Brasil
142 textos (31849 leituras)
9 áudios (4848 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:06)
Romeu Prisco