Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRANHO DESCONHECIDO

Aquele que pensei que conhecia
Que pra ele me entreguei
Que permiti que penetrasse nas minhas entranhas
Aquele que se mostrava amável e afetuoso
Que me olhava com olhos doces
E com esses mesmos olhos, me admirava
Que era meu Porto Seguro
Com ele me sentia protegida
E pra ele confiava minha vida
Parecia ser meu melhor amigo
Hoje não o conheço mais
É um estranho desconhecido
Já não me entrego mais
Arranquei das minhas entranhas
Se tornou frio, indiferente e insensível
Me olha com olhos de raiva
E com esses mesmos olhos, me odeia
Meu Porto Seguro é a minha falta de medo
Quem me protege sou eu desse estranho
Confio minha vida a mim e a este desconfio
É meu maior inimigo
Que ainda dorme comigo...
Maysa Barbedo
Enviado por Maysa Barbedo em 14/08/2006
Reeditado em 30/09/2006
Código do texto: T215964

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maysa Barbedo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
2967 textos (326123 leituras)
7 áudios (1543 audições)
104 e-livros (20164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:41)
Maysa Barbedo