Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desengano

Desengano

        A ausência se fez naquele homem naquele momento. O mundo perdeu a cor e a boca ficou seca mais uma vez.
Rafael não era melhor ou pior do que ninguém, e tão pouco ligava pra isso. Conhecera Ângela com oito anos, num desses acasos maltrapilhos da vida.
Foi enfeitiçado pelo amor por aquele anjo loiro, e ainda menino foi conhecedor da dor que a ausência dela pode causar.
Rafael cambaleava pela vida, e de todos seus amores ao certo não se sabia.
Mas andavam dizendo por ai que ele saíra do país, e em mais um de seus tropeços conhecera uma mulher diferente. Uma tal de Bárbara.
“Não a Bárbara da praia” diziam; “Aquela não deu certo, lembra?” Era uma nova Bárbara, melhor (ou pior) do que a outra. Uma Bárbara menina que fez seu velho coração bandido acelerar mais uma vez.

Dizem que ele está magro (como sempre), fumando muito e perdido por alguma praia de Santa Catarina. Tentando descobrir o sentido da vida olhando pro mar. O velho Rafael.
E o que se sabe ao certo é que dessa vez tinha dado certo. Era ela. A Bárbara. Mas não se sabe como ele a abandonou.
Esses dias o encontrei pela rua e perguntei;

A ausência se fez naquele homem naquele momento... A boca ficou seca mais uma vez, e se ouviu:
- Fui traído pelo meu coração.
Brum
Enviado por Brum em 18/08/2006
Código do texto: T219611
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Brum
Palhoça - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
16 textos (771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:29)
Brum