Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meninos de rua dos Irresponsáveis Sociais

Menino de rua. Estamos todos cansados de ouvir sobre esse tema, pelo menos eu já! Mas faz parte da nossa “SOCIEDADE”; ilusoriamente assim chamamos, porque o que vivemos não tem nada a ver com sociedade, já que seria um coletivo com interesses comuns, e não é bem assim na prática.

Mas voltando ao menino de rua, é impressionante, como deixamos pessoas viverem em situações deploráveis, coisas tão simples, uma vida se resolveria com tão pouco, muitas vezes apenas com palavras, mas não! Somos ocupados demais até mesmo para ouvir ou aconselhar. Falo por mim! Desanimo com a situação de nossa “sociedade”! Reclamo e nada faço para mudar algo, já penso que nada melhorará!

Toda a estrutura dessa tal “sociedade”, se forma de uma maneira muito vaga, pra começar nas escolas; professores incapacitados, incompetentes, ignorantes pra não falar outra coisa, formam alunos, que por sua vez se tornarão iguais ou piores a esses profissionais da educação.

Claro que não estou querendo jogar a culpa apenas nessa classe de trabalhadores, existem profissionais negligentes de todas classes trabalhistas, mas professores deveriam ter uma atenção maior e mais incentivo dos governos, já que é um fator crucial na formação de um cidadão; professores são importantes tanto quanto os pais na “educação” de uma criança.

Nós formamos nosso SER, nossas concepções a partir de influencias que nos cercam, é de responsabilidade dos professores desenvolverem o senso critico dos alunos, promover discussões despertando a curiosidade para os mais diversos assuntos. Professores são formadores de opinião, tanto como os pais, exerce uma influencia muito forte sobre os alunos.

Esses professores e pais; muitos deles vêm de uma época onde aprenderam valores que agora são incompatíveis com nossa realidade atual, sem capacidade, com idéias retrogradas, tentam impor falsa moralidade e assim despertam a rebeldia, em filhos e alunos.
Essa transitoriedade conflita de valores sempre existirá, eu vivo isso, minha irmã mais nova me chama de “quadrado” de “antigo”.

Voltando ao menino de rua novamente, bom. RESPONSABILIDADE SOCIAL. Quem nunca ouviu isso hein...
Afinal o que é essa tal de responsabilidade Social? Onde todos se preocupam em “colar um selo na testa” dizendo-se socialmente responsável, mas a diferença é pouca, quase imperceptível.

Em comerciais de TV isso virou moda, embalagens de produtos industrializados, até mesmo manuais, já vi produtos artesanais com etiquetas dizendo: “ Empresa Socialmente responsável”.
Sim, eu acho que com pequenos gestos somos capazes de causar efeitos gigantescos, até mudar certos padrões impostos por nós mesmos ou tiranos do poder.

Só que o mundo precisa é de pessoas Socialmente Responsáveis, mas que ao invés de ficar reclamando como eu, faça alguma coisa, haja !
Eu não me culpo, pensar que sou indiferente nisso tudo, que não sou o salvador do mundo, me conforta; porém sei que deveria fazer mais.
Então: autoridades são responsáveis para que o sistema funcione perfeitamente (sim! impossível), quem seriam?

Governantes é claro, empresários, autoridades religiosas, são os que ao meu ver, principais responsáveis pelo funcionamento da SOCIEDADE. Sim esses são formadores de opiniões, têm uma influencia muito grande sobre a população em geral.

Infelizmente a maioria só esta interessada em fazer demagogia, dizem-se Socialmente Responsáveis, mas não aplicam essa responsabilidade como deveria, então meninos de rua que se tornarão cidadãos frustrados, que vêem a população como inimiga, contribuirão cada vez mais para que os Irresponsáveis Sociais tenham como fazer sua promoção individual, causando indignação e revolta; assim essa Responsabilidade Irresponsável acaba tendo um efeito inverso.

Ser um Responsável Social é notar a vida em sua volta, com apenas palavras de incentivo podemos mudar toda uma ideologia vã, às vezes o que uma pessoa precisa é um simples incentivo, uma voto de confiança, saber que alguém acredita em seu potencial. Também não precisa ser nenhum ativista, basta não interferir no curso da vida, cuidar da própria existência é um bom começo e uma grande contribuição para a formação dessa “SOCIEDADE”.

Para se tornar um Responsável Social, é preciso antes deixar de ser um Irresponsável Social, e isso é difícil.
Chaos Theory
Enviado por Chaos Theory em 19/08/2006
Reeditado em 19/08/2006
Código do texto: T220053

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaos Theory
Itajubá - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
78 textos (11378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:22)
Chaos Theory